Opinião
Publicada em 12/01/2021 - 01h26min

Rodrigo Luiz Barone Silva

TRIBUNA

Recesso
As câmaras municipais do Alto Tietê só retomam as sessões na primeira semana de fevereiro. Os parlamentares terão novos desafios pela frente, além das mudanças com vereadores e prefeitos novos. Tudo começa do zero.
Termômetro
Enquanto as sessões não são realizadas, alguns vereadores já começaram a tomar pé da situação em suas cidades, a agendar reuniões e atender moradores, além de ouvir as reivindicações. Mas o termômetro do cenário político na região só começa mesmo a levantar temperatura em fevereiro.
Boas-vindas
E os novos prefeitos devem participar das primeiras sessões do ano como já ocorre tradicionalmente em Mogi. O prefeito Caio Cunha (Pode) deve comparecer à primeira sessão do ano, já que foi o Legislativo que o projetou para a cadeira mais importante do município.
Mensagem
Em Suzano, o vereador Leandro Alves de Faria (PL), o Leandrinho, foi eleito presidente para o biênio 2021-2022, mas já comandou o Legislativo suzanense em 2018. "Vamos trabalhar para quem nos confiou o voto", disse o parlamentar.
Novo prédio
Em Ferraz de Vasconcelos há outro veterano, o presidente Flávio Batista de Souza (Pode), o Inha, na presidência. Ele, já fez uma reunião com os funcionários da Casa e afirmou que a expectativa é que o novo prédio da Câmara seja inaugurado até dezembro.
Sem atendimento
Em Poá, o presidente Diogo Reis da Costa (PTB), o Diogo Pernoca, é o novo presidente. Ele integra uma comissão que determinou a suspensão do atendimento ao público até 7 de fevereiro. Apenas atividades internas nas áreas essenciais, conforme definido pela Diretoria da Casa, serão permitidas.
Duas vezes
Em Itaquá, o vereador Davi Ribeiro da Silva (PP), o David Neto, é o novo presidente da Câmara escolhido pelos colegas. Ele já ocupou a vaga anteriormente.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Mais vistos