Cidades
Publicada em 21/11/2020 - 02h10min

Luiz Kurpel*
Pandemia

Leitos de UTI destinados à Covid-19 diminuem 52,5%

Redução de vagas liga sinal de alerta em face a uma possível segunda onda de contaminação do coronavírus

O número atual de leitos Unidade de terapia intensiva (UTI) destinados ao tratamento de pacientes com coronavírus (Covid-19), em Mogi das Cruzes, é 52,5% menor do que o registrado durante o pico da pandemia. Entre julho e agosto, o município chegou a disponibilizar 118 leitos de UTI hoje são 56. O número de leitos de Enfermaria também teve redução.
Diante da possibilidade de uma segunda onda da pandemia atingir o país, conforme ocorre na Europa e nos Estados Unidos, o número de leitos exclusivos para recuperação dos pacientes infectados com a Covid-19 é menor do que o registrado durante o pico da doença.
Os leitos de Enfermaria também eram mais abundantes, hoje existem 103, mas a cidade já disponibilizou 310, incluindo os 200 leitos do hospital de campanha, desativado no dia 31 de agosto. Uma redução de 66%.
Dos leitos atualmente disponíveis, a ocupação até ontem era a seguinte: dos 56 leitos de UTI existentes na cidade, 35 estão ocupados e 21 livres, e dos 103 leitos de Enfermaria, 71 estão ocupados e 32 livres.
Sobre a redução no número de leitos disponíveis, o Comitê Gestor do Coronavírus de Mogi das Cruzes, do qual fazem parte representantes de todos os hospitais da cidade, informou que a mudança ocorreu com base na redução da média móvel de óbitos e na queda das internações por Covid-19 que vinha sendo registrada nos últimos meses. "No entanto, de acordo com a necessidade, estes leitos podem ser novamente utilizados para o atendimento de pacientes com Covid-19", declarou o órgão responsável em nota.
O Comitê esclareceu, ainda, que em função da queda no número de internações, alguns leitos exclusivos para Covid-19 passaram a ser destinados ao atendimento de outras enfermidades.
A Prefeitura informou que, diante da preocupação de uma segunda onda, a flexibilização dos leitos está em aberto, o Executivo municipal declarou que está atento às mudanças e adequações necessárias para garantir atendimento a todos os pacientes que precisarem.
A ocupação dos leitos Covid-19 da cidade é atualizada diariamente no site da Prefeitura de Mogi das Cruzes para consulta pública no http://www.mogidascruzes.sp.gov.br/pagina/secretaria-de-saude/numeros-covid-19-em-mogi-das-cruzes
Leitos estaduais
De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde os hospitais estaduais do Alto Tietê mantém leitos reservados e exclusivos para Covid-19. No Hospital Regional Dr. Osíris Florindo Coelho, de Ferraz de Vasconcelos, são 16 leitos de UTI e 12 de enfermaria. Na UTI, a ocupação é de 41,1%. O Santa Marcelina de Itaquaquecetuba opera hoje com dois leitos de UTI e 16 de enfermaria. Hoje, todos os leitos de UTI estão ocupados. No Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi, são 23 leitos de Enfermaria e 10 de UTI. Até ontem, a taxa de ocupação era de 40% nas UTIs estaduais.
Compartilhe

Mais vistos