Cidades
Publicada em 20/11/2020 - 23h33min

Thamires Marcelino
Conta de luz

44 mil famílias podem aderir à tarifa social

Mais de 44 mil famílias de Suzano, Itaquaquecetuba, Ferraz de Vasconcelos, Poá, Mogi das Cruzes, Salesópolis, Biritiba Mirim e Guararema podem solicitar a tarifa social da EDP

Mais de 44 mil famílias de Suzano, Itaquaquecetuba, Ferraz de Vasconcelos, Poá, Mogi das Cruzes, Salesópolis, Biritiba Mirim e Guararema podem solicitar a tarifa social da EDP. Isso porque, o total de 44.467 famílias não são titulares da conta de energia elétrica ou estão com o Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) desatualizado junto à distribuidora.
Por este motivo, a concessionária não tem possibilidade de realizar o cadastramento. Para ter acesso ao benefício é necessário que o cliente possua o Número de Identificação Social (NIS), do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).
Só em Mogi, o município mais populoso da região, existem 13.456 famílias com o potencial de receber o desconto. Em Itaquá, a quantia é de 10.065, seguido por Suzano com o total de 8.043 famílias. Já em Ferraz, a EDP somou o total de 5.575 famílias; 4.547 em Poá; 1.271 em Guararema e outras 1.211 em Biritiba.
"Ressaltamos que quando os clientes titulares do NIS não são os titulares da conta de energia ou estão com o cadastro desatualizado junto à EDP, não é possível realizar o cadastro automático destas famílias", reafirmou a EDP.
A tarifa social é um benefício do governo federal que permite desconto na conta de luz concedido para os primeiros 220 kWh consumidos mensalmente por clientes residenciais classificados como de baixa renda. O desconto varia de acordo com a faixa de consumo mensal (kWh/mês), podendo chegar até 65% de redução na conta.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Mais vistos