Esportes
Publicada em 15/09/2020 - 00h06min

Corinthians

Punição por 'ato hostil' deixa Jô fora por 2 jogos

Foto: Divulgação

Em depoimento, atacante diz que houve empurrão
O atacante Jô, do Corinthians, foi punido ontem por dois jogos pela Primeira Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Ele levou o gancho por ter praticado "ato hostil" contra o zagueiro Diego Costa, do São Paulo, no clássico do dia 30 de agosto.
Jô foi inicialmente denunciado por praticar agressão física, prevista no artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que poderia ter pena de quatro a 12 partidas de suspensão. No entanto, o ato foi desclassificado para o artigo 250, que é "praticar ato desleal ou hostil".
O atacante prestou depoimento de forma virtual e disse ter dado um "empurrão" em Diego Costa. Após o lance no clássico, o zagueiro do São Paulo reclamou e afirmou ter levado um soco. O lance foi revisto pelo VAR, que, na ocasião, não encontrou irregularidades, por ter olhado imagens posteriores à agressão.
"Dentro do futebol existe sempre contato físico, naquele momento acontecia uma jogada pela direita, eu vinha para o ataque, e o Diego entrou na minha frente. Para antecipá-lo, para chegar na frente, acontece o empurrão, como vocês podem ver na imagem, é uma briga de espaço. Acabei empurrando, sim, mas acredito que não seja agressão, foi briga de espaço. Eu querendo passar na frente dele, ele não deixando, e aconteceu o empurrão. Acredito que não seja como muitos estão vendo", disse Jô durante o julgamento.
Jô desfalcará o Corinthians contra o Bahia, nesta quarta-feiraamanhã, e Sport, no dia 23, nas próximas duas rodadas do Campeonato Brasileiro. (E.C.) 
Compartilhe
Comentários
Comentar

Mais vistos