Esportes
Publicada em 17/06/2020 - 19h03min

A partir de 1º de julho

Estado libera treinos para os clubes

O governador João Doria (PSDB) liberou ontem o regresso aos treinamentos dos times de São Paulo a partir de 1º de julho

Foto: Daniel Augusto/Agência Corinthians

Times seguirão regras para o retorno das atividades
O governador João Doria (PSDB) liberou ontem o regresso aos treinamentos dos times de São Paulo a partir de 1º de julho. Para retomar as atividades, os clubes terão de obedecer protocolos sanitários.
"Entre as medidas que deverão ser adotadas estão testes regulares dos jogadores e comissão técnica, limitação de pessoas nos treinamentos, a não presença de torcida, uso de máscaras por todos aqueles da comissão técnica que estiverem presentes, assim como medição de temperatura obrigatória de todos, atletas e não atletas", afirmou Doria em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes.
Os protocolos referem-se apenas aos treinamentos. Assim, não há qualquer previsão sobre quando recomeçará o Campeonato Paulista. "A retomada das partidas será avaliada em fases posteriores e sempre em conjunto com a Federação Paulista de Futebol (FPF) e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF)", informou o governador.
As equipes vão seguir recomendações indicadas pelo chefe médico da FPF, Moisés Cohen. E também precisarão se adequar a diversas restrições, que gradualmente serão reduzidas, como vêm ocorrendo em outros Estados do país que já permitiram a liberação dos treinos, como o Rio Grande do Sul e Minas Gerais.
"O Comitê de Saúde leva em conta também que existem outras modalidades esportivas de prática profissional e amadora no Estado de São Paulo, que também estão sendo avaliadas nesse momento. No próximo dia 26 de junho, o comitê vai se pronunciar sobre as demais atividades esportivas", disse Doria.
A definição se dá após uma reunião na semana passada com a prefeitura de São Paulo e os representantes dos clubes da capital - Corinthians, Palmeiras e São Paulo. No encontro, foi entregue o documento que baseará a volta dos treinos, um passo importante para a futura retomada Paulistão, que, porém, não deverá ocorrer em menos de um mês. O torneio está paralisado desde 16 de março. Faltam duas rodadas para o final da primeira fase, além dos confrontos das quartas, semifinais e final.
O pneumologista Carlos Carvalho, coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, disse que o comitê vem recebendo solicitações de abertura de uma série de setores econômicos. Um dos membros da comissão, disse ele, é uma espécie de "relator" de cada caso, estudando como essa área foi liberada em países que já passaram pela Covid-19. (E.C.)
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos