Esportes
Publicada em 11/06/2020 - 00h18min

Estadão Conteúdo
abertura aos vizinhos

Nações europeias relaxam as restrições e abrem fronteiras

Alemanha, com 18 mortos ontem por Covid-19, decidiu receber viajantes da França, Áustria, Suíça e Dinamarca

A Alemanha anunciou ontem que vai suspender de maneira definitiva as restrições de suas fronteiras com a França, Áustria, Suíça e Dinamarca a partir da próxima segunda-feira. O ministro de Assuntos Internos, Horst Seehofer, anunciou ainda que italianos também poderão viajar à Alemanha. Para estrangeiros que vierem da Espanha, o controle do tráfego aéreo será retirado no dia 21 de junho. O Instituto Robert Koch, agência de saúde estatal alemã, confirmou ontem mais 318 infecções e 18 mortes pela Covid-19, elevando o total no país para 184.861 casos e 8.729 óbitos ao longo da pandemia.
O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, participou da coletiva de imprensa diária do governo britânico sobre a pandemia do coronavírus na nação insular e anunciou duas novas regras para relaxar a quarentena na Inglaterra, país que é sede administrativa do governo. A partir da próxima segunda, ingleses adultos que moram sozinhos poderão compartilhar residências com mais um adulto que vive em lar solitário sem a necessidade de respeitar regras de distanciamento social.
Além disso, atrações ao ar livre, como zoológicos, poderão voltar a funcionar na Inglaterra sob restrições. A Grã-Bretanha confirmou ontem mais 1.387 casos e 286 óbitos por Covid-19. Ao todo, os quatro países que compõem a nação registraram 289.140 infectados e 40.883 mortos desde o início da pandemia, segundo a contagem feita pelo governo de Boris Johnson.
Outro país que registrou seu maior número de contaminações confirmadas em um dia foi a Arábia Saudita. Com os 3.717 casos adicionados, a contagem total do país árabe foi a 112.288. Com isso, a Arábia Saudita se torna a nação do Golfo Pérsico mais afetada pela pandemia, apesar de ter adotado um dos regimes de quarentena mais restritos em toda a região. O país também registrou 36 novos óbitos causados pela Covid-19, para um total confirmado de 819. Ontem foi o quarto dia seguido que os sauditas contabilizaram mais de 3 mil infecções diárias.
O vírus avança também na Indonésia, terceiro país em um dia a confirmar sua maior taxa de infectados diários, com 1.241 novos casos, além de 36 óbitos a mais. Ao todo, o país asiático registrou 34.316 contaminações e 1.959 mortes por Covid-19. Já Cingapura, que também está entre as regiões da Ásia mais afetadas durante a pandemia com quase 39 mil casos, decidiu aprovar o uso do medicamento antiviral Remdesivir para o tratamento dos doentes por Covid-19. A decisão segue o que fizeram Coreia do Sul, Índia e Japão. A droga, como no caso das outras nações que aprovaram a sua utilização, será fabricada e comercializada pela empresa norte-americana Gilead Sciences.
Compartilhe

Video

Mais vistos