Cidades
Publicada em 30/06/2020 - 00h24min

Focos de incêndio

Queimadas diminuem 60% na Ayrton Senna

A quantidade de queimadas registradas no corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto (SP-70) teve queda de 39% neste mês de junho em relação ao mesmo período do ano passado. As informações foram passadas pela concessionária Ecopistas, que administra a via. Segundo os dados, em junho de 2019 foram computados 59 focos de queimadas, ao passo que até ontem, a empresa afirmou ter registrados 20 pontos de incêndio. A reportagem visitou alguns desses locais na semana passada, próximo ao pedágio de Itaquaquecetuba. A fumaça provocada pelas chamas chegou a fazer sombra no asfalto.
Para a Ecopistas, as queimadas podem ocorrer naturalmente, em razão do tempo seco, ou por interferência humana. "Por exemplo, as pessoas jogam bitucas de cigarro pela janela, promovem queimadas nos terrenos ou soltam balões, o que é considerado crime", destacou a empresa.
A CCR Nova Dutra não possui dados atualizados de incêndio para a rodovia Presidente Dutra (BR-116), mas afirmou que no ano passado foram 788 queimadas ao longo dos 402 quilômetros do trecho sobre responsabilidade da concessionária.
Para tentar frear as queimadas, a empresa está promovendo uma campanha de consientização. "A ação tem o objetivo de orientar os motoristas sobre como se comportar caso se deparem com focos de incêndio". A Ecopistas também promove ações para conter os casos com viaturas equipadas com abafadores para pequenos incêndios e bomba de alta pressão, mangueira e um reservatório de 400 litros, além de um caminhão-pipa com capacidade de 6 mil litros de água.
*Texto supervisionado pelo editor.
Compartilhe

Video

Mais vistos