Opinião
Publicada em 20/05/2020 - 23h34min

Paulo Passos

Faz de Conta

Num reino imaginário, existia o nobre, que só tinha menos amor ao poder que ao dinheiro público que manipulava com constância. Mas, tantas fez o homem, que um determinado dia, para transtorno de seus pares, embora geral alegria, foi dar com os costados no xilindró, condenado pelos seus crimes.
Choroso, seu "braço direito", o Zé, que useiro em endeusar o chefe, também respondia por Aleluia, desfilou suas mágoas e o medo de ser preso em processo que igualmente respondia.
Veio um novo reizinho. Decrepito, mas finório, depois de enfadonhos e educados discursos, seguindo na tônica que caracterizara sua vida, fazia acertos aqui e acolá, até que foi flagrado, altas horas, em conversas estranhas com açougueiro de nomeada, o que lhe valeu apuração de conduta. Distribuindo favores em troca da continuidade no majestoso cargo, foi absolvido, para gáudio de seu conselheiro-mor, o também processado Osmar Um, que cantou e dançou festivamente a "vitória".
Substituindo o rei - porque naquele Estado eles tinham mandatos -, um ladino componente da corte por quase trinta anos, mas que se proclamava "novo" nos afazeres reais, despontou como herói, jurou mudar as carcomidas bases reinóis. Embora protegido por grupo de fanáticos - e em que país não os há -, tanto foram os descalabros perpetrados, que começou a cair no descrédito.
Capitão bêbado de barco que naufragava, sequer com seus parceiros antigos, raposas de fábricas de leis que zelam primeiramente por si, e sentiam o desastre próximo, conseguia diálogo. Boquirroto e loquaz, porém conhecedor dos caminhos na caça de apoios, ele, o "novo", se uni, então, com o que de pior havia em suas terras: criminosos que cumpriram penas por assédio desmesurado ao erário, entregando-lhe fortunas a serem geridas! Até o Aleluia e o Osmar Um, conseguiram boquinhas milionárias na composição feita para assegurar as mordomias e poder!
Na companhia dos filhos, aliviado, conseguiu reinar por mais um tempo! Até quando, a fábula não conta!
Compartilhe

Video

Mais vistos