Brasil e mundo
Publicada em 20/05/2020 - 00h52min

Trump pede isenção da OMS

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a criticar ontem a Organização Mundial de Saúde (OMS). Questionado por repórteres, ele cobrou que a entidade "faça um trabalho melhor e seja mais justa com os países", inclusive com o seu. O governo americano enviou carta à OMS, ameaçando cortar o financiamento para a entidade de modo permanente e acusando-a de não ser independente da China.
Trump também repetiu que espera uma retomada econômica nos EUA, a partir do quarto trimestre sobretudo, acrescentando que o terceiro trimestre deste ano seria "de transição".
Ele mostrou otimismo sobre as chances de a retomada econômica ser bem-sucedida, citando que o número de casos de coronavírus na Flórida e na Geórgia tem recuado.
Além disso, informou que há diálogo com o governo do Canadá para programar a retomada gradual da normalidade na fronteira comum, mas sem citar prazos. (E.C.)
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos