Artigos
Publicada em 25/03/2020 - 00h58min

Raul Rodrigues

Sabor! Do saber?

Neste instante em que o portal da chamada crise se abre para alguns, espaços preciosos se abrem para que se reflita de modo soberano e saber que na partida a falta de compaixão é uma deficiência do olhar. Do se cientificar.
Olhamos, vemos, mas a coisa que se vê fica fora de nós. Vejo os idosos e posso até mesmo escrever uma tese sobre eles, mas a tristeza do idoso é só dele, não entra em mim. Durmo bem e nossas florestas vão aos poucos se transformando em desertos, mas isso não me faz sofrer. Vejo crianças mendigando nos semáforos, mas não me sinto uma criança, lá mendigando. Vejo meus alunos na sala de aula, mas meu dever de professor é dar o programa e não sentir o que os meus alunos estão sentindo.
De que vale o conhecimento sem compaixão? Sabemos como ensinar saberes. Há muita ciência escrita sobre isso. Não me lembro, no entanto, de nenhum texto pedagógico que se proponha a dotar o saber de seu devido sabor: compaixão.
Aí, fiz a mim mesmo uma pergunta pedagógica: como ensinar a compaixão? Conversando sobre isso com amigos, um deles se lembrou de um incidente nos primeiros anos de escola, quando ainda era um menino de sete anos. Seria o aniversário da faxineira, uma mulher que todos amavam. A classe se reuniu para escolher o seu presente. Ganhou por unanimidade que, no dia do seu aniversário, as crianças fariam o seu trabalho de faxina. Disse-me o amigo que a faxineira chorou.
Sou de uma época em que crianças aprendiam com um olhar especial: o olhar das mestras. Sei também que as histórias provocam compaixão quando o leitor se identifica com um personagem. Sei de um menino que se pôs a chorar ao final da história "O Patinho que Não Aprendeu a Voar". Ele teve compaixão do patinho. Identificou-se com ele. Vai carregar o patinho dentro de si, embora o patinho não exista. Lemos histórias para as crianças e para nós mesmos não só para ensinar a nossa língua mas também para ensinar a compaixão. Mas continuo perdido. Preciso que vocês me ajudem. Como se pode ensinar a compaixão?
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos