Cidades
Publicada em 24/03/2020 - 00h23min

Thamires Marcelino e
Atendimento

Mogi vai construir hospital de campanha contra coronavírus

Espaço para levantar a futura unidade ainda não foi decidido; mais dois casos foram confirmados no município

Um hospital de campanha deve ser construído em breve pela prefeitura de Mogi das Cruzes para atender pacientes com o coronavírus (Covid-19) que estão em quadros clínicos favoráveis. A informação foi passada pelo secretário municipal de Saúde, Henrique Naufel, durante transmissão ao vivo realizada na noite de ontem, em uma rede social, ao lado do prefeito Marcus Melo (PSDB).
O centro de tratamento foi apresentado previamente como diferente ao que o município de São Paulo constrói no momento, com respiradores e equipamento completo de uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Segundo o titular da Pasta, o hospital de campanha - ainda sem lugar definido para ser instalado - servirá para acolher pacientes testados positivamente à doença, mas que estão bem clinicamente. "Não sei se será suficiente. Ainda estamos estudando um local para ser o mais rápido possível", completou Naufel.
A medida parece vir em boa hora, uma vez que a cidade registrou mais dois novos casos para a doença. Com essa atualização, Mogi começa a semana com seis casos de coronavírus, enquanto que a demais cidades mantêm o mesmo número de confirmações revelado no final da tarde de sábado, porém, a Prefeitura de Santa Isabel busca saber se um idoso, de 81 anos, que morreu na cidade no sábado passado, foi vítima da doença. Em relação aos casos notificados, a região registrou 500 suspeitas ontem à tarde.(veja mapa ao lado).
Infectados
O médico Victor Abissamra, filho do ex-prefeito de Ferraz de Vasconcelos, Jorge Abissamra, foi diagnosticado na manhã de ontem com o coronavírus (Covid-19). Na quarta-feira passada ele tratou dois pacientes que apresentaram graves sintomas da doença, em um hospital localizado em São Paulo. Os familiares do médico acreditam que o contágio tenha ocorrido no momento da troca de informações com a família dos pacientes.
A suspeita é que algumas pessoas da família de ambos os infectados também eram portadores do vírus. "Durante todo o tratamento das duas pessoas infectadas, meu irmão utilizou os equipamentos necessários para evitar o contágio da doença, como luvas, óculos, máscaras e aventais, mas ainda assim se tornou também um paciente", afirmou Jorge Abissamra, irmão de Victor.
Os sintomas apareceram como para a maioria das pessoas que se contaminam com a Covid-19, com febre e dores pelo corpo. Ao observar as manifestações e desconfiar do contágio, Victor coletou o exame e obteve o resultado positivo para a doença. Até o fechamento desta edição, o médico estava bem, mas continuava internado em isolamento.
Ex-vereador
Por sua vez, o médico angiologista e ex-vereador de Mogi das Cruzes, Austelino Ferreira Mattos, também está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular em Suzano com suspeita de Covid-19. Até o fechamento desta edição, ainda não havia outras informações sobre o quadro do paciente.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos