Cidades
Publicada em 23/03/2020 - 23h08min

Itaquá

Câmara propõe medidas para reduzir danos com pandemia

Diante da situação preocupante em todo o país por conta da proliferação do coronavírus, o presidente da Câmara de Itaquaquecetuba, vereador Edson Rodrigues (Podemos), o Edson da Paiol, apresentou dois ofícios que serão entregues ao prefeito Mamoru Nakashima (PSDB)

Foto: Divulgação

Legislativo decide restringir atividades parlamentares
Diante da situação preocupante em todo o país por conta da proliferação do coronavírus, o presidente da Câmara de Itaquaquecetuba, vereador Edson Rodrigues (Podemos), o Edson da Paiol, apresentou dois ofícios que serão entregues ao prefeito Mamoru Nakashima (PSDB). Neles, o parlamentar sugere ações que podem minimizar os problemas provocados pela pandemia. Uma delas é fazer um planejamento para a campanha contra a gripe para que idosos e pessoas dos grupos de risco sejam vacinadas em suas casas ou em sistema de drive-thru.
Em outro ofício, Edson pede que suspendam a cobrança de serviços de água e energia elétrica e façam um posterior parcelamento. Para isso, a prefeitura precisa negociar com a Sabesp e a EDP. Outras medidas sugeridas têm o objetivo de amenizar os problemas econômicos da população. Entre elas está a suspensão de cobranças de taxas, tributos, obrigações fiscais, que neste período poderão ser impossíveis de serem quitadas pelos contribuintes.
A Mesa Diretora da câmara decidiu suspender as sessões ordinárias e todas as atividades legislativas e administrativas por 15 dias, a partir de hoje, podendo estender o prazo caso seja necessário. Além disso, a medida segue as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e dos governos federal e estadual, que inclusive decretaram estado de calamidade pública.
O presidente da câmara já havia tomado algumas decisões na semana passada para evitar a transmissão dentro do prédio da Casa de Leis, como o revezamento de funcionários, maior higienização dos gabinetes e salas, o cancelamento de eventos e a proibição do público no local. A partir de hoje apenas vigilantes patrimoniais estarão na câmara. Todos os servidores deverão permanecer em suas casas, em sistema home office, e terão de manter contato e atender serviços de seus superiores hierárquicos quando necessário.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos