Cidades
Publicada em 14/02/2020 - 23h51min

Felipe Antonelli
Enchentes

Região na divisa de Arujá com Guarulhos receberá piscinão

Estado vai buscar recursos do governo federal para a construção de mais cinco obras para retenção das chuvas

Foto: Amanda Miwa

No Alto Tietê, há dois piscinões em funcionamento, em Mogi das Cruzes e Poá
Na tentativa de minimizar os impactos causados pela chuva na Região Metropolitana de São Paulo, o governo do Estado pretende construir cinco novos piscinões, sendo que um destes está sendo planejado para uma área em Guarulhos próxima à divisa com Arujá, no rio Baquirivu-Guaçu. O curso d'água com nascente em Arujá se estende para a cidade vizinha, e tal obra deve resultar na diminuição do volume de água durante a estação chuvosa, visto que o piscinão será o de maior volume dentre os planejados, com cerca de 600 mil metros cúbicos.
Tal ação está condicionada a repasses do governo federal no montante de
R$ 350 milhões.
Para que o dispositivo seja viabilizado, na próxima semana, o governador João Doria (PSDB) irá a Brasília e pedirá à União o repasse, a fundo perdido para construir os novos piscinões. "Obras de piscinões são caras, longas e precisam de financiamento federal", afirmou o governador, informando ainda que os piscinões representam, estruturalmente, a única forma efetiva de minimização de enchentes. "Tenho certeza que o governo federal não vai virar as costas aos brasileiros de São Paulo", acrescentou o governador.
Os outros quatro piscinões estão sendo planejados para Mauá, São Paulo e Franco da Rocha, sendo a última responsável em receber dois equipamentos do tipo.
Por meio do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), o governo estadual tem investido na construção de piscinões para amenizar as cheias na Região Metropolitana de São Paulo.
Ao todo, já foram aplicados recursos da ordem de
R$ 920 milhões na construção de 33 piscinões localizados nas bacias do Alto Tietê, Pirajuçara, Ribeirão Vermelho, Juquery e rio Tietê. Na região, há dois piscinões, em Mogi das Cruzes e Poá.
Neste mês, as fortes chuvas registradas na região causaram danos nos bairros Vertentes e Jacarandás, próximos à rodovia Mogi-Dutra (SP-88), potencializados pelas obras de duplicação que a rodovia recebe atualmente. A Prefeitura de Arujá e o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) trabalharam para a contenção dos estragos da chuva, sendo que parte do maquinário do consórcio Construcap/Copasa será utilizada para acelerar o serviço de manutenção.
O prefeito de Arujá, José Luiz Monteiro (MDB), afirmou que a cidade enfrentou um período de chuvas fora do comum e o prejuízo maior foi na rodovia, sendo que os trabalhos seguem neste final de semana.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos