Variedades
Publicada em 30/11/2019 - 16h24min

cultura

Salão de Artes vai até janeiro

6º Salão de Artes de Mogi das Cruzes teve abertura e cerimônia de premiação ontem, no Centro Cultural

O 6º Salão de Artes Plásticas de Mogi das Cruzes - Prêmio "Wilma Ramos" foi aberto ontem. A mostra ocupará a Galeria de Artes Wanda Coelho Barbieri, no Centro Cultural de Mogi das Cruzes, até o dia 4 de janeiro e é composta por 28 obras, que foram previamente inscritas pelos artistas interessados e selecionadas pela comissão julgadora do evento.
Assim como em edições passadas, as obras estão divididas nas modalidades acadêmica e contemporânea. São 11 obras da primeira categoria e 17 da segunda. Além de artistas de Mogi das Cruzes e região, também há representantes de outras cidades paulistas e do Estado de Minas Gerais.
A edição da mostra deste ano recebeu um total de 75 inscrições, com 173 obras cadastradas. Foram três etapas de análises criteriosas, até que se chegasse à seleção final. A comissão julgadora, responsável pela seleção, é composta por Alex Tso (SP), Cléia Paiva (Taubaté) e Sandra Marcondes (Mogi das Cruzes), todos com amplo conhecimento das artes.
Ontem que foi o dia da abertura, todos conheceram o resultado final da seleção, com o anúncio dos vencedores e também das menções honrosas. Receberam prêmio em dinheiro os artistas que ficarem em primeiro, segundo e terceiro lugar. A Secretaria de Cultura e Turismo também entregará dois diplomas e medalhas de menção honrosa, além de certificados de participação para todos os selecionados.
O Salão de Artes de Mogi das Cruzes é um evento que busca fomentar, promover e difundir a produção artística, além de estimular a reflexão e o intercâmbio de ideias no campo das artes visuais, contribuindo para a formação de público e para a construção da história da arte mais recente no país.
O Centro Cultural de Mogi das Cruzes, onde o 6º Salão de Artes ficará aberto para visitação até janeiro, fica na Praça Monsenhor Roque Pinto de Barros, número 360, no centro da cidade.
Patronesse
A patronesse do Salão de Artes de 2019 é a artista plástica Wilma Ramos, que faleceu há pouco mais de dez anos, aos 68 anos. Nome forte do naïf brasileiro, Wilma Ramos ficou conhecida internacionalmente por seus quadros que retratam o folclore brasileiro e as festividades regionais. Sua primeira exposição aconteceu em 1967, no Salão de Arte Contemporânea de Campinas. A partir dos anos 1970, expôs em Madri, Palma de Mallorca e Puerto de Pollensa, na Espanha. Entre 1968 e 1984, foi premiada em diversos salões de arte realizados no Estado de São Paulo, além de participar de mostras coletivas em vários países. Durante toda sua carreira, mostrou sua devoção ao Divino Espírito Santo.
Compartilhe

Video

Mais vistos