Agenda cultural
Publicada em 11/09/2019 - 17h49min

*Mariana Queiroz
festa

Sabaúna recebe pela 2ª vez passeio de trem Maria Fumaça

Passeio de trem antigo ocorre nos dias 21 e 22 desse mês, durante o tradicional evento do Festival do Cambuci

Quem perdeu o passeio de trem Maria Fumaça em Mogi das Cruzes, em 2018, terá uma nova chance de participar esse ano. A Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF), que organiza os passeios de trem antigo na cidade de Guararema, traz novamente a locomotiva para participar do Festival do Cambuci, em Sabaúna, nos dias 21 e 22 desse mês.
Os passeios de trem Maria Fumaça ocorrem todos os finais de semana em Guararema, desde 2015. Esses eventos são organizados pela ABPF, uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) que possui a missão de preservação ferroviária do acervo nacional. De acordo com Bruno Sanches, presidente da ABPF, os passeios turísticos são a melhor forma de preservar a ferrovia. "O passeio de Guararema foi criado com o intuito de dar oportunidade ao público conhecer um pequeno trecho da antiga linha da Estrada de Ferro Central do Brasil(EFCB). Bem como ajudar a preservar o acervo de bitola larga da entidade", explicou Sanches. Os passeios realizados em Guararema possuem duas horas de duração, com saída da estação central da cidade até a estação do distrito de Luis Carlos, totalizando um percurso de 6,4 quilômetros. Em média 100 pessoas participam do passeio.
A ideia de trazer a locomotiva do século XIX para realizar o percurso de Sabaúna até Cezar de Souza, em Mogi das Cruzes, surgiu por meio de um convite da comunidade sabaunense de levar o trem para ser uma das atrações do Festival do Cambuci, que ocorre todos os anos no distrito. "Com o convite, a ABPF montou um projeto para realizar o passeio. Na sequência o plano foi levado a MRS Logística, que é a concessionária que administra os trilhos da região, a qual recebeu com entusiasmo a proposta. Aprovada pela concessionária, a ideia foi colocada em ação", destacou Sanches. Nessa edição, o passeio terá uma novidade. A locomotiva será composta por um carro conhecido como Salão Bar, que fará seu primeiro trajeto oficial com o público após mais de 20 anos sem ser usado em viagens comerciais.
No trajeto realizado em Mogi das Cruzes no ano passado, participaram em cada passeio cerca de 200 pessoas e a expectativa para esse ano é que quem foi na primeira edição retorne em 2019. "Esperamos que este ano o passeio seja um sucesso maior do que em 2018, pois existe uma grande expectativa do público que visitou no ano passado", ressaltou Sanches. Assim como foi na primeira edição, o evento oferece três opções de passeios e três tipos diferentes de carros para escolher. Quem optar pelo percurso completo irá percorrer aproximadamente um total de 37 quilômetros, levando consideração ida e volta.
Os valores dos passeios variam de R$:50,00, R$:70,00 e R$:100,00, dependendo do trajeto escolhido. Os organizadores do passeio recomendam que seja feita a reserva dos ingressos para garantir a disponibilidade dos lugares, apesar de não ser obrigatório. As reservas e a compra podem serem feitas no site: www.tremdeguararema.com.br/trem-do-cambuci/
*Texto supervisionado pelo editor. 
  • Bruno Sanches é presidente da ABPF
  • Maria-Fumaça na estação ferroviária de Guararema

Confira os valores e horários

Trajetos:

1) Estação Central de Guararema – Estação de Sabaúna – Estação Central de Guararema: R$:70,00, por pessoa;
2) Estação de Sabaúa – Estação de Cezar de Souza - Estação de Sabaúna: R$:50,00, por pessoa;
3) Estação Central de Guararema – Estação de Sabaúna – Estação de Cezar de Souza – Estação de Sabaúna – Estação Central de Guararema: R$: 100,00, por pessoa.

Duração:

Trajeto 1): duração total de 2 horas e 40 minutos. Com intervalo de parada na chegada na estação de Sabaúna, onde estará ocorrendo o Festival do Cambuci;

Trajeto 2): duração total do trajeto: 55 minutos. Intervalo de espera em Cezar de Souza, para que a locomotiva possa fazer a manobra para retornar a Sabaúna;

Trajeto 3): duração total do trajeto: 4 horas e 20 minutos, contando com o tempo dos intervalos.



Horários:

14h00 – Partida da estação Guararema.
14h50 – Chegada na estação Sabaúna.
15h10 – Partida da estação Sabaúna.
15h35 – Chegada na est. César de Souza.
16h30 – Saída da estação César de Souza.
16h55 – Chegada na estação Sabaúna.
17h30 – Partida da estação Sabaúna.
18h20 – Chegada na estação Guararema.

Festa pretende resgatar a cultura em torno da fruta

O Festival do Cambuci em Sabaúna completa esse ano sua 9ª edição. O evento faz parte da "Rota Gastronômica do Cambuci", um festival que ocorre em diferentes cidades paulistas, ao longo do ano, organizado por representes de diferentes cidades do Estado de São Paulo que são produtores de Cambuci. O objetivo desse evento é resgatar a cultura em torno da fruta e de cultivos agroecológicos que recuperam a Mata Atlântica, uma vez que o Cambuci é simbolo desse bioma. Os festivais são uma oportunidade para os produtores apresentarem seus produtos e fomentar a cultura, o lazer e o turismo. O Festival do Cambuci já se tornou um evento fixo no calendário turístico de Mogi e ocorre todos os anos no distrito sabaunense.
O evento conta com exposição e venda de produtos nativos, pratos e bebidas a base do fruto. Além da presença de pequenos produtores da região, já que Mogi é uma das maiores produtoras de Cambuci do Cinturão Verde (região em que o potencial para cultivo e comercialização da fruta cresce a cada ano), conta também com tradições culturais e apresentações artísticas. (M.Q)

Uma suntuosa e bela senhora do século XIX

A primeira locomotiva a vapor conhecida como Maria-Fumaça, a rodar no Brasil, em 30 de abril de 1854, era chamada de "Baroneza". A locomotiva saiu do porto de Mauá, na Baía de Guanabara e seguiu até a estação de Fragoso, na cidade do Rio de Janeiro. O trem levou o apelido de Maria Fumaça por conta da densa nuvem de vapor e fuligem expelida por sua chaminé. O trem Maria -Fumaça que realizará o percurso de Guararema até Cezar de Souza, passando por Sabaúna, é formado por três carros fabricados na Inglaterra, em 1896, pela firma Metropolitan Amolgd Car & Wagon Co. e dois em 1937, pela firma Birminghan Railway Car & Wagon Co. Essas composiões foram adquiridos pela então, São Paulo Railway (SPR) para uso em suas linhas que se estendiam de Santos a Jundiaí.
A GE C30-7A, #7202 que é a locomotiva do passeio para Sabaúna foi construída no início da década de 1990, sendo esta a última do lote de locomotivas deste modelo construída no mundo.
(M.Q)
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos