Cidades
Publicada em 10/09/2019 - 22h20min

Saúde

Campanha procura identificar casos de tuberculose em Poá

Ação visa conscientizar a população sobre a doença; principal sintoma é a tosse durante três semanas ou mais

Foto: Flávio Aquino/DeCom Poá

Trabalho do Serviço de Assistência Especializada vai esclarecer sobre a doença
Teve início na segunda-feira passada e segue até o próximo dia 23 a Campanha de Intensificação de Busca Ativa de Novos Casos de Tuberculose em Poá. O objetivo é conscientizar a população sobre a doença, alertando para os sinais e sintomas e estimulando a coleta de escarro para exames dos sintomáticos. Durante este período, o Serviço de Assistência Especializada (SAE), em parceria com a Rede Básica de Saúde, entregará material informativo e realizará exames, além de outras ações, como palestras.
Segundo a enfermeira responsável pelo Programa de Tuberculose/SAE Poá, Renata Yeda Araújo, a tuberculose é uma doença infecciosa e transmissível, causada pelo Mycobacterium tuberculosis, que afeta prioritariamente os pulmões, embora possa acometer outros órgãos.
A diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Fabiani Ferri, comentou que 18 pessoas estão em tratamento da tuberculose, atualmente, em Poá, e neste ano foram registrados 30 novos casos. "Esta campanha tem como prioridade identificar novos casos e, assim, quebrar a cadeia de transmissão", explicou.
De acordo com a secretária de Saúde, Flávia de Souza Verdugo Marques, durante a campanha será realizada uma maior divulgação sobre a tuberculose. "Serão ministradas palestras em locais eleitos por apresentar um público mais suscetível, caracterizado por propensão à baixa imunidade e também em salas de espera de toda a Rede Básica de Saúde. Sempre que houver sintomático haverá a coleta de material para análise e, se necessário, agendamento de consulta no serviço especializado para posterior avaliação do infectologista", explicou.
A tuberculose é uma doença de transmissão aérea, ou seja, que ocorre a partir da inalação de aerossóis. Ao falar, espirrar e, principalmente, ao tossir, as pessoas com tuberculose ativa lançam no ar partículas em forma de aerossóis que contêm bacilos, sendo denominadas de bacilíferas. É uma doença curável, desde que sejam obedecidos os princípios básicos da terapia medicamentosa (associação medicamentosa adequada, doses corretas e uso por tempo suficiente).
Na tuberculose pulmonar, o principal sintoma é a tosse (seca ou produtiva). Por isso, recomenda-se que todo sintomático respiratório (pessoa com tosse por três semanas ou mais) seja investigado. Há outros sinais e sintomas, além da tosse que podem estar presentes, tais como febre à tarde, sudorese noturna, emagrecimento e cansaço/fadiga. Estes sintomas também são observados na tuberculose extrapulmonar.
A doença tem tratamento gratuito em Poá no SAE (rua Deocasta Aguilera, 215, Jardim Medina). Mais informações, pelos telefones 4636-3875 e 4639-7204.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos