Cidades
Publicada em 10/09/2019 - 21h47min

Samu

Salários dos funcionários estão atrasados, diz Romão

O vereador Rodrigo Romão (PCdoB) informou ontem que recebeu ligações de profissionais que atuam no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) revelando que estão com o salário em atraso

Foto: Divulgação

Preocupação do vereador é possível greve no Samu
O vereador Rodrigo Romão (PCdoB) informou ontem que recebeu ligações de profissionais que atuam no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) revelando que estão com o salário em atraso. De acordo com o parlamentar, a Organização Social (OS) responsável pelo serviço é a Pró-Saúde, mesma empresa que gerenciava o Hospital Municipal de Braz Cubas.
A preocupação de Romão se deve ao fato de que, caso os funcionários não recebam o pagamento, eles podem entrar em greve. "Não quero falar mal de ninguém, mas pelo menos que a empresa cumpra suas obrigações com os profissionais. Se eles não receberem, ameaçam até entrar em greve. Espero que a prefeitura tome alguma medida para que essa situação não se agrave", disse.
Combate ao suicídio
Ontem, Dia Mundial de Combate ao Suicídio, os vereadores mogianos não deixaram de falar sobre o assunto. De acordo com Iduigues Martins (PT), só no ano de 2017, os casos de suicídio no Alto Tietê aumentaram em 68%. "Suicídio é algo que destrói as famílias, não tem reparação. Uma morte natural nunca é boa, mas não é tão dramática quanto uma pessoa tirar a própria vida", afirmou.
No dia 23, o Legislativo vai gravar um programa especial para falar sobre o assunto junto a um psiquiatra e psicólogo. O tema é considerado importante para a câmara, já que se trata de um problema de saúde pública. (L.P.)
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos