Brasil e mundo
Publicada em 12/09/2019 - 16h37min

Deus é Santo (Quarta Parte)

Foto: Divulgação

Juanribe Pagliarin é teólogo e advogado
Enquanto na Lei o animal morria involuntariamente, Jesus se ofereceu voluntariamente no lugar do cordeiro e do ser humano. Disse Ele: "Por isso, o Pai me ama, porque dou a minha vida para tornar a tomá-la. Ninguém a tira de mim, mas Eu de mim mesmo a dou. Tenho poder para a dar e poder para tornar a tomá-la. Esse mandamento recebi de meu Pai" (João 10:17-18).
Como se vê, Jesus estava destinado como Cordeiro ao sacrifício, por vontade do Pai e concordância do Filho. Homens inspirados pelo Espírito de Deus receberam a revelação desse Plano Divino, concebido desde antes mesmo da fundação do mundo!
Pedro escreveu na sua primeira carta: "Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição, recebestes dos vossos pais, mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado, o qual, na verdade, em outro tempo, foi conhecido, ainda antes da fundação do mundo, mas manifestado, nestes últimos tempos, por amor de vós" (1 Pedro 1:18-20).
Apocalipse confirma esse Plano Divino e diz sobre Ele: "o Cordeiro, que foi morto desde a fundação do mundo" (Apocalipse 13:8b).
Esta é a mais excelente prova do amor de Deus: que muito antes de nascer o primeiro pecador, Ele já tinha preparado o sacrifício de Jesus como nosso Cordeiro!
Quem não crê em Jesus como Cordeiro Expiatório já está morto, mas quem crê nEle não pode mais morrer. A salvação é um bem que se recebe já nesta vida, não havendo a necessidade de se esperar o juízo final para saber se será salvo. Quem nEle crer sequer passará pelo juízo. Disse o Cordeiro: "Na verdade, na verdade, vos digo que quem ouve a minha Palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida" (João 5:24).
Livro da Vida
Quando você crê, seu nome é escrito no Livro da Vida do Cordeiro. Ter o nome ali é escapar do juízo final: "E aquele que não foi achado escrito no Livro da Vida foi lançado no lago de fogo" (Apocalipse 20:15). Isso está em conformidade com Êxodo 32:33: "Então, disse o Senhor a Moisés: Aquele que pecar contra mim, a este riscarei do meu livro".
Porém, para os purificados pelo sangue do Cordeiro que perseverarem até o fim, Ele diz: "O que vencer será vestido de vestes brancas e de maneira nenhuma riscarei o seu nome do Livro da Vida; e confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos" (Apocalipse 3:5).
Nunca haverá outro cordeiro e nem outro meio de salvação. Ou é pelo sangue de Jesus ou não há expiação. Se não há expiação pelo sangue do Cordeiro, não há salvação para o pecador.
Louvor
O céu inteiro, em canto, o louva: "Digno és de tomar o livro e de abrir o seus selos, porque foste morto e com o teu sangue compraste para Deus homens de toda tribo, língua, povo e nação" (Apocalipse 5:9).
Por ter se sacrificado pelos pecadores e ressuscitado, seu nome é o mais temido no inferno, respeitado na Terra e adorado no céu. Ao seu nome todas as coisas, visíveis e invisíveis, se sujeitam.
Veja o que diz a Palavra sobre isso: "Olhei e ouvi a voz de muitos anjos ao redor do trono e dos seres viventes e dos anciãos. E o número deles era milhões de milhões e milhares de milhares, que, com grande voz, diziam: Digno é o Cordeiro, que foi morto, de receber o poder, riquezas, sabedoria, força, honra, glória e louvor. Ouvi também a toda criatura que está no céu, na terra, debaixo da terra e no mar, e a todas as coisas que neles há, dizerem: Ao que está assentado sobre o trono e ao Cordeiro seja o louvor, a honra, a glória, o domínio pelos séculos dos séculos" (Apocalipse 5:11-13).
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos