Editorial
Publicada em 17/08/2019 - 00h32min

Dirceu Sousa

Receita infalível

O formato do acordo firmado anteontem entre a Prefeitura de Mogi das Cruzes e os produtores rurais para o fornecimento de hortifrútis destinados à merenda escolar da rede municipal mostra um excelente caminho para a redução do preço final dos alimentos. Com incentivo do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), que regula a operação, e representação de cooperativas que defendem os interesses dos pequenos produtores, classificados na categoria de agricultura familiar, o município fechou um contrato no valor de R$ 1 milhão para a compra de 228 toneladas de alimentos. O volume vai gerar o atendimento a mais de 47 mil estudantes em 203 escolas, que consomem uma média de 3 milhões de refeições por mês. Os números são animadores.
Um dos fatores que estimulam a negociação é que o processo elimina a figura do atravessador, aquele personagem que, mesmo não exercendo uma atividade ilícita, é responsável pela elevação do preço final do produto. Há itens, por exemplo, que saem das lavouras e passam por até quatro comerciantes antes de chegar à mesa do consumidor. No percurso, para que todos possam ter o lucro de seu trabalho, o valor sofre um ágio de mais de 500%. É muita coisa para um país que busca um preço acessível da cesta básica como fator de equilíbrio da economia. A venda direta, como a realizada pela prefeitura, encurta o caminho e promove a prática de um comércio mais saudável.
Há ainda o benefício de aumentar a confiabilidade do produto adquirido, levando para as refeições das crianças alimentos frescos, sem a adição de processos industrializados. Com isso, os nutricionistas podem estabelecer cardápios mais balanceados e completos em nutrientes. A ideia também poderia ser aproveitada por outros municípios, considerando que o Alto Tietê possui 467 produtores agrícolas familiares cadastrados na União como trabalhadores rurais em pequenas propriedades. Se também os setores da indústria e do comércio, que trabalham com refeitórios próprios, adotassem a mesma iniciativa, o ganho seria geral. As boas soluções estão aí, só precisam ser assimiladas pela maioria.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos