Artigos
Publicada em 26/08/2019 - 23h55min

Afonso Pola

Crescimento econômico

Durante toda a sua história recente, o Brasil apresentou poucos momentos de crescimento econômico robusto, com taxas bem superiores ao ritmo de crescimento populacional. Desde o período do milagre econômico, em pleno regime militar, o Brasil só conseguiu atingir taxas superiores aos 5% no governo Lula, em 2004, 2007 e 2008.
No início dos anos 70, nosso crescimento se deu de forma acelerada e diversificada. Com muito capital disponível pelo mundo e a vontade dos governos militares de fazer do Brasil uma "potência emergente" tivemos pesados investimentos. Enquanto o mundo penava com a retração econômica provocada pela primeira grande crise do petróleo, exibíamos resultados excepcionais, com o PIB crescendo a 12% e o setor industrial a 18% ao ano.
É justamente por isso que esse período é conhecido pela designação "milagre econômico". Como não se tratava de um crescimento econômico sustentável e não tendo sido acompanhado por políticas de distribuição de renda e riqueza, passado o momento de euforia, o Brasil conviveu com uma dura e longa realidade. A década de 80 (chamada de década perdida) combinou estagnação econômica e inflação descontrolada, foi responsável por um intenso aprofundamento da crise social que sempre fez parte da nossa realidade. Mesmo nos anos 90 com a estabilização da economia, nosso ritmo de crescimento foi pífio diante daquilo que necessitávamos. A variação média anual do PIB foi de 2,3%.
No governo Lula, a média de crescimento foi maior (3,6%), principalmente no segundo mandato, quando atingiu 4,5%. Já no governo Dilma, a média de crescimento em seus três primeiros anos de governo cai para 2%.
Vivemos uma longa crise econômica. Precisamos crescer, mas para isso temos de resolver alguns gargalos. Temos a necessidade de melhorar a Educação, estimular os investimentos em infraestrutura. Além disso, é necessário elevar a poupança interna e os indicadores de produtividade. Estamos longe disso.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos