Esportes
Publicada em 03/08/2019 - 18h57min

Estadão Conteúdo
Improvável goleada

Corinthians e Palmeiras se enfrentam hoje no Itaquerão

Timão tem 12 gols em 11 jogos, enquanto o Verdão, agora vice-líder, marcou 20 vezes em 12 partidas no nacional

Foto: Divulgação

Equipes vão à campo às 19 horas, pelo Campeonato Brasileiro, sentindo falta de protagonistas no setor ofensivo
Em um clássico marcado historicamente por artilheiros e grandes atacantes, o que Corinthians e Palmeiras mais sentem falta hoje é justamente de protagonistas no setor ofensivo. As equipes se enfrentam hoje, às 19 horas, na arena em Itaquera, na tentativa de melhorarem a média de gols no Campeonato Brasileiro e encontrar um novo herói. 
O Corinthians tem 12 gols em 11 jogos disputados no torneio e três centroavantes no elenco. No início da temporada, Mauro Boselli chegou como o cara que resolveria o problema do ataque. Mas foi Gustavo quem ganhou a posição durante boa parte do Paulistão. Mas, na reta final do Estadual, ele se machucou. Assim, Vagner Love, que vinha atuando pelas pontas, ganhou a titularidade.
Love tem 9 gols em 39 jogos na atual temporada, média de 0,23. Ele vem de boa atuação, quinta-feira, ao marcar duas vezes na vitória por 2 a 1 sobre o Montevideo Wanderers, resultado que garantiu o time nas quartas da Copa Sul-Americana. Mas seus números já não são mais os mesmos do início da carreira, quando surgiu no Palmeiras e chamou a atenção do CSKA ao marcar 49 gols em 66 partidas entre 2002 e 2004, média de 0,79.
No clássico de hoje, Love deve ter as companhias no ataque de Pedrinho, que atuará aberto pelo lado direito e Clayson, na ponta esquerda. A dúvida está em quem fará armação das jogadas: Mateus Vital ou Sornoza.
O Palmeiras perdeu a liderança do Brasileirão na rodada anterior e tem 20 gols em 12 jogos no Brasileirão, média um pouco melhor do que a do rival. Mas o problema para definir quem é seu centroavante está ainda mais complicado. Borja foi destaque nos últimos jogos pela Libertadores, mas o colombiano está machucado e se recupera de entorse no tornozelo esquerdo.
Deyverson não tem convencido, assim como Arthur Cabral. Outras opções ofensivas também não vivem grande temporada, como Dudu e Willian. A preocupação é tamanha, que a diretoria anunciou na última semana logo dois centroavantes: Luiz Adriano e Henrique Dourado. O primeiro ainda não iniciou trabalhos na Academia de Futebol. O outro já está regularizado na CBF e aguarda evolução física para estrear.
DEFESAS
Como o ataque não funciona, as duas equipes têm conseguido os resultados graças ao bom desempenho do sistema defensivo. Palmeiras e Corinthians são dois dos times menos vazados no Brasileirão. O time alviverde sofreu seis gols em 12 jogos. O Corinthians sofreu sete gols em 11, mesmo número do São Paulo, que tem um jogo a mais.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos