Esportes
Publicada em 03/08/2019 - 01h01min

Brasileirão

Santos se prepara para pegar o time do Goiás amanhã na Vila

Foto: Divulgação

Sampaoli tem optado por treinos fechados no CT
A rotina de treinos fechados no Santos, exceto pelo aquecimento, dificultam a descoberta da escalação para os compromissos do time, ainda mais que o técnico Jorge Sampaoli adota o rodízio de formações jogo a jogo. Mas, em entrevista coletiva ontem deu algumas dicas, ao menos sobre as suas dúvidas para o confronto de amanhã com o Goiás, na Vila Belmiro, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro E também indicou a tendência de adotar uma escalação com três zagueiros.
"Lucas Veríssimo soluciona muito a transição. Com dois, colocamos cinco no ataque. Com três, o volante sai mais. Estamos estudando as variações, não vou avisar o rival, mas queremos neutralizar a transição do Goiás, que pode nos dar dor de cabeça como foi em alguns momentos contra o Avaí. Temos de ter o time preparado para transições. Pode ser 2-3-5 ou 3-2-5 de acordo com o rival", afirmou o treinador, no CT Rei Pelé.
Por causa do acúmulo de cartões amarelos, Lucas Veríssimo estava suspenso na última partida do Santos, a vitória por 3 a 1 sobre o Avaí. E como o treinador já o utilizou exercendo as funções de lateral-direito quando o time é atacado, a presença de Victor Ferraz entre os titulares está sob risco. Nesse caso, uma vaga seria aberta no meio-campo, para a entrada, provavelmente, de Jean Mota.
Outra dúvida de Sampaoli envolve a definição de quem vai ser o centroavante. Há a opção de deslocar Eduardo Sasha, que exerceu a função com êxito no último jogo.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos