Cidades
Publicada em 13/08/2019 - 23h57min

Lilian Pereira
Saúde

Parceria prevê a melhora para atendimentos de infarto e AVC

Profissionais serão orientados a perceber os sinais o mais rápido possível e, assim, agilizar o socorro ao paciente

Foto: Felipe Claro

Médico José Saraiva, da Socesp, e o presidente do Condemat, Rodrigo Ashiuchi, assinam termo de cooperação
Uma parceria entre o Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat), a Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp) e o Hospital Luzia de Pinho Melo pode garantir um melhor atendimento a pacientes vítimas de infarto ou Acidente Vascular Cerebral (AVC), o popular derrame. De acordo com a coordenadora da Câmara Técnica de Saúde do Condemat, a secretária de Saúde de Guararema, Adriana Martins de Paula, no ano passado, ao menos 1.400 pessoas morreram na região em razão de infarto e mais de 350 por AVC.
A assinatura do termo de cooperação ocorreu ontem de manhã, no Centro Municipal de Formação Pedagógica (Cemforpe), durante o 1º Seminário de Saúde do Alto Tietê, que reuniu diversos profissionais da área das onze cidades compreendidas pelo Condemat com o objetivo de melhorar o atendimento nos casos de pacientes que dão entrada às unidades de saúde com suspeita de infarto ou AVC. Com o termo, será iniciada uma segunda e terceira fase das orientações, que contempla funcionários de equipamentos de saúde no geral, mesmo não sendo do segmento, e também a sociedade. "Esse termo assinado hoje (ontem) não envolve nenhum recurso financeiro, apenas esforço, e vem para blindar essa parceria. É importante também que os profissionais que atendem nos equipamentos de saúde, como recepcionista e seguranças, por exemplo, tenham conhecimento dos sintomas dessas doenças", explicou Adriana.
Educação
Para o médico José Saraiva, da Socesp, a missão com as orientações é educar médicos e demais profissionais da saúde para que possam lidar com determinadas situações, podendo reduzir a chance do paciente morrer. "Os números de casos de morte por infarto ou ataque cardíaco são muito maiores do que os casos de dengue, muito maiores do que as mortes por câncer e por HIV", destacou. A opinião também é compartilhada pelo presidente do Condemat, o prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi (PL). "O Condemat traz de forma pioneira essa parceria que vai ajudar na vida de muitas pessoas, tenho certeza que no dia a dia, principalmente quem chega com suspeitas de infarto ou AVC nos postos de saúde, serão salvos", concluiu.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos