Esportes
Publicada em 14/05/2019 - 22h51min

Estadão Conteúdo
copa do brasil

Timão e Mengo lutam para se firmar no ano

Campeões em seus Estados em 2019, clubes vivem momento instável no Brasileirão e esperam a vitória para dar arrancada em busca do título

Foto: Thaina Barros/Meu Timão

Zagueiro Henrique destacou qualidades do Flamengo
Corinthians e Flamengo voltam a se enfrentar pela Copa do Brasil, hoje, às 21h30, no duelo de ida das oitavas de final que acontecerá na arena do time paulista em Itaquera. As equipes fizeram no ano passado a semifinal do torneio e o clube paulista levou a melhor.
O reencontro acontece com os mesmos ingredientes de 2018. O Corinthians, então comandado pelo técnico Jair Ventura, passava por reformulação e o principal problema era o ataque, que pouco agredia o adversário.
No clássico das maiores torcidas no ano passado, valeu a força defensiva. O Corinthians segurou um empate sem gols no jogo de ida, no Maracanã, e depois venceu a volta em Itaquera por 2 a 1 - na decisão do torneio perdeu para o Cruzeiro.
O Flamengo tinha um elenco recheado de estrelas, mas vinha sendo criticado por seus torcedores por não conseguir dar liga. A eliminação na Copa do Brasil só ampliou a crise e o elenco milionário fechou a temporada sem um título sequer.
Desta vez, o time rubro-negro já venceu o Campeonato Carioca, mas é pouco para quem gastou cerca de
R$ 228 milhões em contratações nos últimos 12 meses e paga para o centroavante Gabriel cerca de R$ 1,25 milhão mensais. Tanto que o técnico Abel Braga balança no cargo.
Do outro lado, o Corinthians contratou 12 atletas, trouxe de volta o técnico Fábio Carille, que mostrou resultado ao levar o clube ao tricampeonato paulista consecutivo. Mas o ataque não engrena. São 34 gols em 30 jogos nesta temporada.
Depois do empate sem gols com o Grêmio pelo Brasileirão, no sábado passado, o treinador deve mexer no ataque e mandar a campo um trio ofensivo formado por Mateus Vital, Vagner Love e Clayson. Boselli, com atuação discreta na última partida, fica como opção no banco de reservas.
O zagueiro Henrique não quis entregar a formação e destacou apenas as qualidades do Flamengo. "É uma equipe rápida. Mas falar como vai se portar é entregar o jogo para eles. Estamos nos preparando para neutralizá-los", comentou.
O técnico Abel Braga também não confirmou o time do Flamengo, que deve ser quase o mesmo que empatou com o Peñarol pela Libertadores, na semana passada. A única mudança será a volta do goleiro Diego Alves no lugar de César. Titular no meio-campo, Cuéllar falou sobre o duelo.
"É o maior clássico do Brasil. Não é fácil ganhar em Itaquera, eles sofrem poucos gols lá. Temos de entrar muito concentrados para buscar uma vantagem e decidir o confronto no Maracanã", disse.
Compartilhe

Video

Mais vistos