Opinião
Publicada em 13/04/2019 - 00h56min

Tribuna

Ação Civil I
A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego de Suzano informou esta semana que uma Ação Civil Pública será submetida ao poder Judiciário nos próximos dias contra a empresa Midas, que utilizou o Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT), em janeiro, para a suposta contratação de 600 pessoas para vagas em Portugal e Estados Unidos.
Ação Civil II
De acordo com a pasta, "a ação está abrangendo os interesses de todas as pessoas que procuraram a Prefeitura de Suzano e que se sentiram lesadas pela iniciativa". O Executivo ainda informou que não buscou e não está buscando nenhum tipo de acordo com a Midas e esclareceu que não tem informações sobre o estado atual da empresa.
Aproveitamento de alimentos
A mesma secretaria realizou ontem o lançamento do projeto "Aproveitamento Integral de Alimentos", em parceria com a Faculdade Piaget. O evento ocorreu na sede da Comunidade Kolping do Jardim São José. O projeto tem como objetivo estimular a cultura do aproveitamento máximo dos alimentos em ambientes multiplicadores, a fim de garantir mais saúde e preservação do meio ambiente.
Retirada de projeto
A Prefeitura de Suzano retirou da Câmara de Vereadores o projeto de lei que obrigava os pais e responsáveis de alunos a participarem das reuniões com os professores nas escolas municipais. Na propositura estava prevista a aplicação de multa caso os pais ou responsáveis não comparecessem aos encontros. Segundo um vídeo publicado ontem na rede social Facebook pelo prefeito Rodrigo Ashiuchi (PR), a ideia, na realidade, é pedir mais participação deles nas escolas dos filhos.
Compartilhe

Video

Mais vistos