Esportes
Publicada em 11/04/2019 - 01h45min

Final do Paulistão

Torcida do São Paulo critica o aumento dos ingressos

O presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, tentou justificar ontem o aumento no preço dos ingressos para a decisão do Campeonato Paulista contra o Corinthians - a partida de ida está marcada para domingo, às 16 horas, no Morumbi. Em entrevista coletiva realizada na sede da Federação Paulista de Futebol (FPF), ele tentou amenizar as críticas feitas pela torcida por causa do tema.
"É uma realidade que não tem como escapar. Está compatível com a grandeza do evento. Não é oportunista. Temos colocado preços sempre favoráveis. Agora é um momento maior. O preço tem relação com a importância da disputa de um título. Por isso a readequação, organizada pela importância do evento", explicou.
O São Paulo abriu a venda de ingressos para os sócios-torcedores na última terça-feira. Os preços mais do que dobraram em relação às fases anteriores. Para a final, a entrada mais em conta custa R$ 50 (meia entrada), mas há também bilhetes com preços de R$ 440.
O clube divulgou ontem a primeira parcial - já foram comercializados 13,4 mil ingressos. A arquibancada Laranja, o setor mais em conta, com R$ 100 o valor da inteira, está esgotada. Os sócios-torcedores também já adquiriram metade dos ingressos para arquibancada Azul e Amarela. O público geral poderá comprar a partir de hoje.
Corinthians
O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, cobrou o time e o técnico Fábio Carille em entrevista coletiva realizada ontem na sede da FPF. O dirigente pediu que a equipe apresente um melhor futebol em relação ao clássico contra o Santos, na última segunda, pelas semifinais.
"Se meu time jogar como foi com o Santos, o São Paulo é campeão. Temos de jogar muito melhor. A comissão técnica sabe disso. Se não for, o São Paulo vai ser campeão", afirmou. O presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, presente também na entrevista, aproveitou para brincar. "Bonitas palavras, presidente".
Andrés também minimizou o fato de o atacante Clayson ter sido denunciado no Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP) por ter xingado o árbitro Raphael Claus em vídeo divulgado pela TV Corinthians. "Isso aí... O Clayson xingou o Cássio também... Mas não tenho medo (de perder ele para a final na Arena Corinthians). Se não jogar o Clayson, joga outro", comentou. (E.C.)
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos