Cidades
Publicada em 15/03/2019 - 00h35min

Thamires Marcelino*
Temporais continuam

Pessoas desalojados pelas fortes chuvas chegam a 87

Foto: Felipe Claro

Cena comum em Jundiapeba com avenidas alagadas
De acordo com o último levantamento da Prefeitura de Mogi das Cruzes, o total de pessoas desalojadas e abrigadas temporariamente nas escolas municipais Professora Florisa Faustino Pinto e Vereadora Astrea Barral Nebias chegou a 87.
A partir do decreto de calamidade pública reconhecendo a situação das famílias que ficaram temporariamente desalojadas em razão dos alagamentos causados pelas chuvas dos últimos dias, assinado pelo prefeito de Mogi das Cruzes, Marcus Melo (PSDB), a cidade pode disponibilizar verbas para auxiliar as famílias, conforme explicou a procuradora Dalciani Felizardo.
"As equipes da Defesa Civil, Segurança Pública e do Fundo Social estão acompanhando as famílias com materiais necessários de alimentação e higiene", relembrou. Quando decretou calamidade pública, o prefeito afirmou que esta é uma questão humanitária para complementar outras medidas em andamento de assistência às famílias.
Na quarta-feira, a prefeitura iniciou os levantamentos das famílias e imóveis atingidos pelos alagamentos, que receberão as isenções da tarifa de água e do IPTU. Por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, a prefeitura realiza atendimentos também junto à Secretaria de Saúde, que realiza orientações sobre como evitar doenças transmitidas nesta situação de alagamento. Na tarde de ontem, mais uma vez a forte chuva trouxe transtornos, principalmente para o distrito de Jundiapeba.
* Texto supervisionado pelo editor.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos