Cidades
Publicada em 14/03/2019 - 23h41min

Thamires Marcelino*
Estado de saúde

Sobreviventes seguem sendo monitorados; três tiveram alta

Dos 11 feridos no ataque, oito ainda estão internados em unidades da região e no Hospital das Clínicas de SP

Foto: Felipe Claro

Estado mais crítico é de Anderson Carrilho de Brito, de 15 anos, ele está em SP
A Secretaria de Estado da Saúde e a Secretaria Municipal da Saúde de Suzano atualizaram, durante o dia de ontem, os quadros clínicos dos 11 sobreviventes ao atendado que terminou com dez mortos na manhã de anteontem, na Escola Estadual Raul Brasil, no bairro Jardim Imperador. Dentre os atingidos que estão sob a responsabilidade dos hospitais do Estado, três permanecem internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sendo que um está em estado grave.
Logo após ser socorrido, Anderson Carrilho de Brito, de 15 anos, foi levado ao Pronto Socorro (PS) Municipal de Suzano e em pouco tempo precisou ser transferido para o Hospital das Clínicas de São Paulo (HC) em razão da gravidade dos ferimentos. O adolescente continua em situação crítica e segue internado na UTI.
Adna Isabella Bezerra de Paula, 16, e Jenifer da Silva Cavalcante também estão sobre observação na UTI, porém, em quadro estável. Murillo Gomes Louro Benites, 15, segue internado no HC e o quadro dele é estável.
Leonardo Martinez Santos, também segue estável no Luzia de Pinho Melo e passará por cirurgia.
Sob responsabilidade de Suzano há apenas um ferido do ataque. Guilherme Ramos do Amaral, 14, passou por cirurgia e está em repouso na Santa Casa de Misericórdia.
José Vitor Ramos Lemos, que foi atingindo com a machadinha, já foi operado e está estável no Hospital Santa Maria. Samuel Silva Félix, está estável no mesmo hospital e aguarda para saber quando será a cirurgia.
Beatriz Gonçalves Fernandez, 15, apresentava boas condições de saúde na quarta-feira e, ao final da manhã de ontem, teve alta. Após ser transferida da Santa Casa de Suzano para o Hospital Santa Marcelina de Itaquaquecetuba, Letícia de Melo Nunes estava com acompanhamento especializado, oferecido pelo Estado, para a análise de constatação sobre a necessidade de passar ou não por uma cirurgia, no entanto ela recebeu alta no começo da noite de ontem, assim como Leonardo Vinicius Santana, 16, que apresentou boa recuperação e também recebeu alta médica.
Segundo a Secretaria de Saúde de Suzano, cerca de 50 profissionais prestaram atendimento no local do velório, entre médicos psiquiatras e clínicos gerais, psicólogos, terapeutas ocupacionais, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e assistentes sociais.
*Texto supervisionado pelo editor.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos