Brasil e mundo
Publicada em 02/11/2018 - 01h15min

Lava Jato

Moro vira munição do PT para soltar Lula

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) prepara um habeas corpus que tem como fundamentação o fato de o juiz federal Sérgio Moro ter aceitado o convite para assumir o Ministério da Justiça no governo de Jair Bolsonaro (PSL). Segundo pessoas com acesso à defesa de Lula, os advogados vão alegar que a ida de Moro ao ministério comprova a tese de que o juiz foi parcial e tinha motivações políticas para condenar o ex-presidente e tirá-lo da corrida presidencial. O candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, se pronunciou por meio de uma rede social. Segundo ele, a elite brasileira não compreende o conceito de república e o significado da escolha de Moro ficará por conta da imprensa e entidades internacionais. "Se o conceito de democracia já escapa a nossa elite, muito mais o conceito de república. O significado da indicação de Sérgio Moro para ministro da Justiça só será compreendido pela mídia e fóruns internacionais", concluiu. (E.C.)
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos