Esportes
Publicada em 31/10/2018 - 23h19min

Basquete

Mogi/Helbor pega Botafogo no Rio e quer recuperação

Após perder para o Flamengo por 93 a 73 na terça, equipe precisa da vitória para voltar ao G4

Foto: Flamengo/Divulgação

Flamengo foi superior durante a maior parte do jogo, sem dar chance ao Mogi/Helbor
O Mogi das Cruzes/Helbor volta à quadra hoje, a partir das 20 horas, para mais uma partida do Novo Basquete Brasil (NBB)/Caixa. Depois de perder para o Flamengo na noite de terça-feira, no Rio de Janeiro, por 93 a 73, a equipe mogiana vai enfrentar o Botafogo, também em domínio carioca, time que vem surpreendendo na atual temporada, inclusive com uma vitória recente sobre o Paulistano. A derrota deixou o time na quinta posição da tabela do NBB.
"Será outro jogo difícil. Vamos jogar em quadra menor contra um time que, taticamente, na minha opinião, joga mais forte do que o Flamengo, que vai mais na qualidade de rotação, de jogadores e de experiência. Será um jogo duro e nós precisamos evoluir muito, principalmente na parte de defesa, que tem sido o grande problema nesta temporada", advertiu o técnico Jorge Guerra, o Guerrinha.
Na terça-feira, o Mogi/Helbor foi derrotado pelo Flamengo. Esse foi o segundo revés dos mogianos na competição. Os cariocas seguem invictos no campeonato. O Flamengo venceu o primeiro (21 a 16), terceiro (23 a 16) e último (29 a 20) quartos, enquanto que Mogi apenas o segundo (21 a 20).
Os destaques mogianos da partida foram o ala Gui Deodato, um dos cestinhas ao lado de Jhonatan, do Flamengo, com 23 pontos, o pivô JP Batista, com 11 pontos e nove rebotes, e o ala-pivô Luís Gruber, também com 11. "É lamentável tomar 93 pontos sabendo da qualidade ofensiva deles. É o campeonato. A gente está aprendendo com isso. Tínhamos que ter jogado com mais energia na defesa. Taticamente, você até cobre alguns buracos, mas precisa dar energia, só taticamente não funciona", destacou o ala Gui Deodato, logo após o final do jogo.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos