Brasil e mundo
Publicada em 31/10/2018 - 00h32min

Ex-presidente

Fachin nega pedido de Lula para suspender processo na Lava Jato

O relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Edson Fachin, negou um pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para suspender uma ação penal que investiga se o petista recebeu propina da empreiteira Odebrecht.
A defesa de Lula queria a suspensão do processo até um pronunciamento final do Comitê de Direitos Humanos da ONU. O comitê já se posicionou a favor de o ex-presidente poder se candidatar nas eleições, mas por 6 a 1 o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou o registro.
O único voto a favor naquele julgamento veio do ministro Fachin, para quem a posição do comitê atinge apenas a situação eleitoral e não a esfera criminal do petista, preso e condenado pela Lava Jato.
A defesa alega que o comitê recomendou que o Brasil não pratique ato para prejudicar a análise do mérito pelo comitê de um recurso de Lula contra sua condenação. Para os advogados do ex-presidente, o julgamento não é justo e imparcial e o juiz Sérgio Moro não poderia julgar uma nova ação até o caso ser examinado pelo comitê. (E.C.)
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos