POP TV
Publicada em 08/09/2018 - 22h48min

Estadão Conteúdo
Televisão

Tony Ramos celebra 70 anos de história

Trajetória do ator na TV é marcada por dezenas de personagens inspiradores, de mocinhos a vilões que marcaram época

Foto: Divulgação

Ator fez história com o primeiro nu masculino da TV brasileira, em "O Astro", novela de Janete Clair que foi ao ar em 1978, na qual interpretava Márcio Hayalla, herdeiro de Salomão Hayalla (Dionízio Azevedo)
Um dos nomes mais conhecidos da teledramaturgia brasileira, tendo realizado dezenas de trabalhos espalhados por seis décadas, o ator Tony Ramos completou na última semana 70 anos de idade. O início da sua carreira na TV se deu na Rede Tupi, quando fez 'escada' para Walmor Chagas, Geórgia Gomide e Guy Loup em "A Outra", uma adaptação de Walter George Durst exibida pelo canal entre julho e outubro de 1965.
À revista Manchete, falou sobre seu início na emissora: "Quando atendi a uma convocação da TV Tupi - "Novos em Foco" - fui lá, fiz o teste. Cumprindo um sketch do próprio Ribeiro Filho ganhei o direito de permanecer no seu programa. Idade? 15 anos". "A essa altura eu já imitava atores - e sempre Chaplin - famosos, locutores e até políticos da época. Apesar de tentativas pueris em palcos estudantis, quis o destino que eu estreasse como profissional na televisão", completou.
Após sua estreia em "A Outra", fez "O Amor Tem Cara de Mulher" e outras produções como "Os Irmãos Corsos", "Os Inocentes", "Rosa dos Ventos", "Ídolo de Pano", "Os Inocentes e Nino, o Italianinho". Seu primeiro trabalho na Rede Globo foi integrando o elenco de "Espelho Mágico", em 1977. Dois anos depois, encarnaria André Cajarana, protagonista de "Pai Herói". Em seu ano de estreia, também ficou marcado por apresentar o dominical Globo de Ouro.
Fez história com o primeiro nu masculino da TV brasileira, em "O Astro", novela de Janete Clair que foi ao ar em 1978, na qual interpretava Márcio Hayalla, herdeiro de Salomão Hayalla (Dionízio Azevedo). Sobre o trabalho, relembrou à Manchete que não era a primeira escolha da emissora: "Foi no 'Astro' meu grande jorro. A novela que atirou meu nome por esse Brasil todo. O papel, a princípio, não seria meu. Eu iria ser o filho de Cuoco, o Alan. Depois o Daniel Filho entendeu que ninguém melhor que eu poderia ser o filho do Salomão".
Nas décadas seguintes, participou de inúmeras tramas marcantes, como "Rainha da Sucata", "A Próxima Vítima", "Torre de Babel", "Mulheres Apaixonadas", "Belíssima" e "Avenida Brasil". Também fez participações em seriados da casa - como no derradeiro episódio de "A Grande Família", em 2014, por exemplo.
Seu trabalho mais recente foi na novela das seis "Tempo de Amar", em que viveu José Augusto. Tony Ramos já está confirmado na próxima novela das nove, "O Sétimo Guardião", em que dará vida ao poderoso personagem Olavo de Aragão Duarte.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos