Cidades
Publicada em 07/08/2018 - 22h16min

Radar

Câmara retira projeto de suspensão de multas durante a madrugada

A Câmara de Ferraz de Vasconcelos adiou pela terceira vez consecutiva o processo de votação do projeto de lei que proíbe o funcionamento de radar eletrônico das 23 às 5 horas

A Câmara de Ferraz de Vasconcelos adiou pela terceira vez consecutiva o processo de votação do projeto de lei que proíbe o funcionamento de radar eletrônico das 23 às 5 horas. A matéria seria apreciada em primeiro turno, na sessão ordinária de anteontem, no entanto, o presidente da Casa de Leis, Flavio Batista de Souza (PTB), o Inha resolveu pedir vista por dez dias para estudar melhor o texto. Com isso, o projeto deve voltar à pauta no dia 20 do corrente.
Pela proposta de autoria Claudio Roberto Squizato (PSB), a proibição também se estende aos semáforos inteligentes, que por ventura tenham o sistema de controle eletrônico de velocidade, porém, neste caso, o limite de velocidade do carro ao ultrapassar o sinal vermelho não poderá ser superior a 20 quilômetros por hora. O texto prevê ainda que as infrações que forem aplicadas durante o período, mesmo que por engano, deverão ser canceladas por ofício pela Secretaria Municipal de Transportes e Mobilidade Urbana.
"Como sabemos, a bandidagem se concentra em pontos estratégicos próximos aos radares esperando apenas o condutor diminuir a velocidade para poder agir contra o cidadão", diz Claudio Squizato. O socialista acredita que o seu texto receberá o aval de colegas a sua aprovação. No Alto Tietê, a Câmara de Suzano também votou matéria abrangendo somente os sinais vermelhos inteligentes, no entanto, o projeto terminou sendo vetado pelo poder Executivo e mantido pelos vereadores.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos