Esportes
Publicada em 04/07/2018 - 23h11min

Preparação

Willian vê evolução e exalta Hazard como o melhor belga

Um dos destaques contra o México, atacante espera se dar melhor do que seu companheiro de Chelsea

Foto: WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDO

Jogador teve boa atuação na última partida, mas tem Douglas Costa como 'sombra'
Um dos destaques da seleção na vitória sobre o México, o meia Willian espera um jogo muito difícil diante da Bélgica, mas não mais do que aqueles que o Brasil enfrentou até agora na Copa do Mundo da Rússia. O jogador do Chelsea reconhece que os belgas têm atletas muito habilidosos no setor ofensivo, como o meia Hazard, seu companheiro de clube, mas destaca que todos os adversários são complicados em um Mundial. Para ele, que vê a seleção em crescimento, o mais importante é o Brasil conseguir impor sua ideia de jogo na partida de amanhã, às 15 horas (de Brasília), em Kazan, pelas quartas de final da competição.
Ontem, logo após o último treino da seleção em Sochi, Willian fez uma avaliação dos jogos da seleção até aqui e afirmou que o Brasil está num momento de crescimento. "Sem dúvida a seleção teve uma evolução muito grande desde o primeiro jogo, quando teve a questão do nervosismo de uma estreia. Viemos crescendo e hoje estamos muito bem, no mesmo nível das Eliminatórias", disse.
O jogador do Chelsea elogiou o adversário de amanhã. "São vários jogadores que jogam na Premier League (Campeonato Inglês), alguns comigo no Chelsea. São grandes jogadores, e o Hazard é o principal deles. Courtois é um baita goleiro. Difícil achar um ponto fraco, é um goleiro muito alto, que sai bem. Vamos procurar a melhor maneira para atacar a Bélgica", pontuou o jogador.
Sobre Hazard, Willian foi mais longe. Ele o chamou de "um dos melhores jogadores do mundo" e enalteceu o relacionamento que tem com o colega no clube. "É a primeira vez em cinco anos de Chelsea que vou jogar contra ele. É um cara que, além de baita jogador, é muito humilde. Gosto muito dele, mas é o momento de cada um defender o seu lado, e espero levar a melhor", comentou.

Paulinho é poupado do último treino

Em seu último treino em Sochi durante a Copa do Mundo, a seleção brasileira não contou com a presença de Paulinho na atividade realizada no estádio Slava Metreveli, ontem. O volante realizou apenas trabalhos regenerativos pelo segundo dia consecutivo, mas a assessoria de imprensa da CBF assegura que ele não preocupa para o duelo de amanhã com a Bélgica, em Kazan, pelas quartas de final da competição. 
Negociado no meio de 2017 pelo Guangzhou Evergrande, da China, com o Barcelona, Paulinho não teve férias antes do início da última temporada europeia. E o volante é um dos jogadores que mais tem sentido o desgaste físico durante a Copa do Mundo, a ponto de ter sido substituído por Tite em todos os quatro jogos que a seleção já fez na Rússia.
No último deles, o triunfo de segunda-feira sobre o México por 2 a 0, em Samara, pelas oitavas de final da Copa, Paulinho deixou o campo reclamando de dores nas costas. Na terça-feira, assim como todos os titulares, ele apenas realizou trabalhos na academia em Sochi. Agora, então, fez atividades regenerativas pelo segundo dia consecutivo, descendo ao campo apenas calçando tênis e acompanhado por um dos fisioterapeutas da comissão técnica. (E.C.)
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos