Cidades
Publicada em 11/07/2018 - 21h53min

Rinaldo Junior*
Poá

Base da PM deverá retornar à região central em três meses

Anúncio repete a mesma promessa de um ano atrás, quando Gian Lopes esteve no local e garantiu a mudança

Foto: Vitoria Mikaelli

Durante vistoria, prefeito Lopes recebeu informações sobre a reforma do prédio
O antigo prédio da 2ª Companhia da Polícia Militar, localizado na região central de Poá, deverá ser reativado em aproximadamente 90 dias. A informação foi divulgada na manhã de ontem, durante uma vistoria realizada no espaço pelo major e subcomandante do 32º Batalhão da PM, Roberto Caruso, junto com o prefeito Gian Lopes (PR) e outras autoridades do município.
Há exatamente um ano, outra reunião também foi realizada no local entre o prefeito e os vereadores da cidade. Na época, a administração municipal fez o mesmo anúncio de mudança da base para a região central, mas não divulgou nenhum prazo.
Atualmente, a base da PM fica na rua Pio XII, no Jardim Santa Luzia, e a mudança é uma demanda antiga solicitada pela população. Além da reativação do local, a base da PM será ampliada e, com isso, os dois prédios localizados na Praça Rui Barbosa deverão ser revitalizados.
O major declarou que estudos serão feitos no local. "Estamos estudando os detalhes com relação à segurança do prédio e situações que podemos desenvolver aqui em termos de reforma, colocação de câmeras, entre outros. Em pouco tempo retornaremos para a área central", disse Caruso.
Ainda segundo o major, a mudança trará melhoras para a cidade. "Essa medida levará um benefício imediato para a população, basicamente porque irá aumentar o número de viaturas na localidade. É importante salientar que não vamos esquecer da base do Jardim Santa Luzia. Iremos manter o policiamento no local, mas só não vamos mais ter a sede física", complementou Caruso.
Já o prefeito comentou sobre a reforma do local. "Esse é um pedido que, através do intermédio do deputado estadual André do Prado (PR), conseguimos realizá-lo. Acredito que dentro de 90 dias a PM já estará na região central. Esse é o tempo para fazermos a licitação, reformar o prédio e inaugurar", afirmou Lopes.
O vereador Francisco Paulo Garcez (SD), o Sargento Garcez, reforçou dizendo que essa é uma reivindicação antiga. "Esse pedido foi feito pela população e levamos ao prefeito. Os poaenses pedem para que a base fique mais próxima da população, porque atualmente fica um pouco afastada e aqui fica mais próximo da área comercial também", disse.
Prédio
Um dos prédios localizados na Praça Rui Barbosa que será reformado para receber a 2ª Companhia da Polícia Militar de Poá atualmente é sede da Associação Cultural Núcleo de Teatro Amador "Fazer Acontecer". Conforme informou o responsável pela entidade, Wagner Rogério de Souza, há aproximadamente 90 dias a associação conseguiu o espaço.
"Conseguimos o espaço com a prefeitura e imediatamente limpamos o local, tiramos os entulhos e agora realizamos nossas aulas aqui. Com essa realocação, teremos que sair daqui. É triste porque agora conseguimos o nosso espaço, mas a prefeitura advertiu que fará estudos para irmos a outro lugar", afirmou. De acordo com o prefeito, reuniões serão realizadas para definir um novo local para a sede.
* Texto supervisionado pelo editor.

Solicitação de transferência do posto objetiva ampliar segurança

Os moradores solicitam que a 2ª Companhia da Polícia Militar, localizada atualmente no Jardim Santa Luzia, volte para o antigo prédio da região central da cidade principalmente por questões de segurança

Os moradores solicitam que a 2ª Companhia da Polícia Militar, localizada atualmente no Jardim Santa Luzia, volte para o antigo prédio da região central da cidade principalmente por questões de segurança. Segundo a protética e moradora do Jardim Medina, Priscila Lopes Silva, 38 anos, a mudança vai beneficiar toda a população. "Se a base voltar a ser aqui no centro, ficará melhor porque dá acesso a diversos bairros", contou.
Já a ascensorista e moradora do Jardim Estela, Milene Macedo de Andrade, 49, afirmou que a realocação irá trazer mais segurança para a área central. "Essa região, durante o período noturno, é muito perigosa. Eu evito passar por esse local à noite, tem muitas pessoas que usam drogas. Com essa medida, a segurança aqui iria melhorar", afirmou. (R.J.)
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos