Cidades
Publicada em 10/07/2018 - 22h57min

Rinaldo Junior*
Em 2018

Cidades da região registram 48 casos confirmados de gripe H1N1

Foto: Vitoria Mikaelli

Cidades não alcançaram a meta de imunização
As cidades de Mogi das Cruzes, Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba e Suzano registraram até ontem 48 casos confirmados de gripe H1N1. As informações foram divulgadas  pelas prefeituras e, conforme o levantamento feito pelo Grupo Mogi News, 11 mortes foram registradas nos municípios. Dentre as quatro cidades, Suzano é a única que não teve óbito causado pela doença.
Mogi é o município com o maior número de mortes, com o total de três. Foram 18 casos foram confirmados da doença na cidade e 92 mil pessoas vacinadas. A administração municipal informou que somente dois grupos atingiram a meta de 90% preconizada pelo Ministério da Saúde, o de dos idosos e de professores.
Em Suzano, conforme levantamento apurado em junho, o número de casos confirmados saltou de dez para 14 em 19 dias. Segundo informou a Vigilância Epidemiológica, nenhuma morte foi registrada. Neste ano, a Secretaria de Saúde imunizou 56.132 pessoas dos grupos prioritários (idosos, gestantes, puérperas, crianças, pessoas com condições de saúde crônicas, profissionais de saúde e de educação, presos e populações indígenas), representando 75,54% da meta estabelecida pelo Ministério da Saúde.
Em Itaquá, o Departamento de Vigilância Epidemiológica divulgou que três casos de H1N1 foram confirmados e dois óbitos foram registrados. Em Ferraz, aproximadamente 23 mil doses da vacina já foram aplicadas e 65% de vacinação do público alvo foi atingido. Na cidade, oito casos da gripe foram confirmados e seis mortes registradas.
As prefeituras também comunicaram que as vacinações serão oferecidas para as pessoas em todos os postos de saúde das cidades. Em Suzano, Mogi e Itaquá, as vacinas são destinadas aos grupos prioritários.
Já em Ferraz, as doses tão sendo aplicadas em todos as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e já foram liberadas para todas as pessoas.
Em Arujá, a administração informou que 12,3 mil pessoas do grupo prioritário foram vacinadas. Já sobre a quantidade de óbitos e casos confirmados, prefeitura comunicou que não há casos da doença na cidade.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos