Artigos
Publicada em 30/06/2018 - 21h07min

Olavo Câmara

Sangue e espinhos

Todos têm admiradores, mas como diferenciar os verdadeiros dos falsos? Como descobrir aqueles que são sinceros dos oportunistas? De vez em quando fico decepcionado com algumas pessoas, pelas atitudes e discursos. Espero não decepcioná-los também pelos meus erros.
Há bons e falsos amigos em toda relação de amizade. Àqueles que são sinceros pendurei os seus nomes em roseira sem espinhos. Quanto aos falsos seus nomes foram colocados em roseiras com espinhos. Assim, toda vez que tocá-las seus dedos serão perfurados e sangrarão.
As amizades verdadeiras duram para sempre, enquanto que as falsas e oportunistas se vão com rapidez. Por isso fiz um teste: "joguei iscas para os amigos e estes as pegaram como se fosse peixes famintos". Aos verdadeiros as iscas eram benéficas, mas para os falsos as iscas continham venenos, embora não suficientes para destruí-los, mas os faziam tossir por algumas horas. A partir daí pude descobrir e separar os falsos dos verdadeiros.
Os falsos foram chamados para apreciar as roseiras com espinhos e, logo foram apalpando e sentiram os espinhos que fizeram sangrar os seus dedos, despejando gotas de falsidades. Aos amigos sinceros lhes foram oferecidas as roseiras sem espinhos. Então, puderam sentir o perfume e apreciar a beleza das rosas.
A vida é como uma rosa vermelha que imita a alma humana. Quanto mais a apreciamos, mais nos aproximamos de Deus.
A grande dificuldade nos relacionamentos dos tempos modernos é descobrir em quem confiar. O oportunismo e os interesseiros nos enganam e estão em todas as profissões, independentemente do grau de instrução, principalmente a maioria que compõe o Congresso Nacional. O que fazer?! Temos que cultivar um grande jardim com roseiras com espinhos e chamar os políticos para cultivá-las. Caso os seus dedos apareçam sangrando, saberemos que são falsos. A prevalência da democracia se dará quando houver mais de igualdade. Temos que combater o Estado ganancioso e gastador ou nossos dedos sangrarão nas roseiras do poder.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos