Cidades
Publicada em 13/06/2018 - 23h26min

Na mesma

Terreno ao lado de horta comunitária segue sujo

O terreno ao lado da horta comunitária no bairro de Calmon Viana, em Poá, idealizado pela Organização Não Governamental (ONG) Social Skate permanece com lixos e entulhos

Foto: Vitoria Mikaelli

Desde o mutirão de limpeza do sábado passado, pouco coisa mudou na horta
O terreno ao lado da horta comunitária no bairro de Calmon Viana, em Poá, idealizado pela Organização Não Governamental (ONG) Social Skate permanece com lixos e entulhos. A informação foi divulgada ontem pelo fundador e presidente da entidade, Sandro Soares, o Sandro Testinha. No último sábado o local recebeu um mutirão de limpeza realizado pelas pessoas da ONG, mas segundo destacou Testinha, o ato não teve apresentou muitos resultados.
"A ação foi mais simbólica do que eficaz, as crianças da ONG fizeram cartazes para a conscientização das pessoas, mas mesmo assim elas continuaram jogando lixos. Conseguimos tirar dois caminhões de entulho, ficamos felizes vendo todos participando, infelizmente não apresentou muitos resultados", apontou Testinha.
Ainda de acordo com fundador da ONG, o problema do local virou um circulo vicioso. "É a própria população que suja o terreno, colocamos algumas placas de conscientização, mas nada foi resolvido. Parece que as pessoas pensam 'eles irão limpar novamente, vou jogar o lixo aqui'. A situação está complicada. Estamos estudando para ver se iremos fazer outro mutirão", disse.
O fundador também ressaltou que foi solicitado ao secretário de Transportes e Mobilidade Urbana (Setrans), Wilson Lopes, que fosse instalado um bloqueio móvel na via. "A rua é sem saída, não tem muito movimento. O bloqueio iria ajudar para que as pessoas não jogassem mais lixos no ambiente. Falei com o secretário e ele me disse que estudará o pedido, agora temos que aguardar",
A horta foi inaugurada em dezembro do ano passado e foi preparada pelas pessoas que participam da ONG. O terreno fica em uma faixa de terra da EDP Bandeirante, na época, foi plantado diversos tipos de alimentos que são cultivados e tratados pelas crianças. "Neste último sábado também plantamos alfaces, morangos e outras vegetações. Dentro da horta está tudo lindo, mas fora esta em um ambiente horrível, é triste", lamentou Testinha.
Em contato com a reportagem, a prefeitura informou que "assim que for devidamente oficializado o pedido (do bloqueio móvel) na secretaria, o mesmo será devidamente analisado". Já sobre a limpeza no local, a administração comunicou que tem tomado as devidas providências, realizando a limpeza em todos os bairros da cidade. (R.J.)
Texto supervisionado pelo editor.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos