Cidades
Publicada em 15/05/2018 - 22h56min

Duplicação da Mogi-Dutra aguarda licença ambiental

As obras de modernização na rodovia Mogi-Dutra (SP-88), entre Mogi das Cruzes e Arujá, estão aguardando a liberação ambiental da área para terem continuidade. A informação foi passada ontem pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER), que também informou que o Consórcio Construcap/Copasa, responsável pelo empreendimento, está implantando canteiros na altura do quilômetro 35,2 da via. A reportagem questionou sobre o início das obras, próximas etapas e prazo de execução, mas não obteve resposta.
A obra, que foi anunciada pelo ex-governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) em novembro do ano passado, tem investimento de R$ 121,9 milhões e será executada entre os quilômetros 32 e 39,45, no entroncamento com a rodovia Alberto Hinoto (SP-56), próximo à via Dutra (BR 116), totalizando 7,5 quilômetros de extensão.
A obra tem prazo de 24 meses de execução e, dentre as modernizações, serão feitas a duplicação da via no trecho de Arujá, construção de barreiras de concreto, dois viadutos - um no quilômetro 32,34 e outro no 32,90 -, quatro passarelas nos quilômetros 33,54, 35,23, 37,97 e 38,81, além de retificar a geometria de uma curva acentuada no quilômetro 36 e a revitalização completa da sinalização. A reportagem do Mogi News percorreu o trecho e verificou que não há nenhuma sinalização de obras.
Anúncio em 2014
O anúncio da duplicação da rodovia foi feita por Alckmin em abril de 2014, durante visita a Mogi. Logo após, o governo do Estado fez uma licitação que, no dia 10 de novembro de 2015, foi revogada pelo DER, informando que a medida era necessária para que pudesse fazer a atualização dos investimentos para a obra. Após este processo, o DER publicou um novo chamamento público para dar início ao processo de escolha da empresa responsável pela execução dos serviços. (L.P.)
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos