Autonews
Publicada em 05/05/2018 - 20h55min

Ônibus

Mercedes com motor dianteiro chega à América

A Mercedes-Benz Argentina e sua concessionária oficial Colcar se uniram à Allison para desenvolver um novo ônibus para o transporte público de passageiros. O chassi OF1621, com motor dianteiro, recebeu uma transmissão modelo T270 totalmente automática, que conta com retardador para prolongar a vida dos freios.
As automáticas Allison utilizam o conversor de torque para transferir a potência e o torque do motor para as rodas, portanto, elas requerem somente trocas periódicas de fluidos e filtros para manter o máximo rendimento. Já as manuais e as automatizadas dependem da embreagem, que se desgasta com o tempo e requerem maior tempo de inatividade do veículo para a sua manutenção. O retardador hidráulico da T270 reduz ainda mais o tempo de inatividade aumentando em até quatro vezes a vida útil dos freios.
Durante seu desenvolvimento, o ônibus foi utilizado pela Nueva Metropol na rota entre José C. Paz e Saavedra. Após 168.000 km rodados, as lonas dos freios traseiros do ônibus ainda tinham 1,3 mm de material frenante. Para percorrer essa mesma distância, o manual teria feito os seguintes trabalhos de manutenção: seis trocas de lonas e duas trocas de tambor para os freios traseiros, duas trocas de embreagem e cinco trocas de óleo lubrificante.
Considerando os custos estruturais, de pessoal, de logística e de peças para uma frota, a manutenção entre um ônibus equipado com uma transmissão manual comparada com um que tem transmissão totalmente automática com retardador é significativa: os automáticos geram economias anuais de US$ 4.277 por unidade, o equivalente a US$ 25.662 em seis anos ou mais de US$ 2,5 milhões para uma frota de 100 unidades. 
O ônibus está equipado com um motor Mercedes-Benz OM 924 LA, com 208 cv de potência e torque máximo de 780 Nm, que cumpre com as normas de emissões de poluentes Euro V.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos