Tribuna
Publicada em 19/04/2018 - 13h27min

Claudia Irente

Tribuna

Foto: Mogi News

Carla Fiamini
Procuradoria ferrazense
O trabalho da Procuradoria de Ferraz de Vasconcelos tem sido bastante atuante. Depois de apurar que o ex-secretário municipal de Governo, Haroldo Camargo, e a mulher dele, Amélie Mitsue Camargo, recebiam de aposentadoria valores elevados, referentes a um cargo não mais existente, a Justiça suspendeu, na semana passada, os pagamentos e bloqueou os bens do casal. Segundo os procuradores, calcula-se que os valores geraram um prejuízo de mais de R$ 1 milhão para os cofres municipais.
Economia
Aliás, em sua página no Facebook, a Procuradoria ferrazense comemorou mais uma conquista: ganhou um processo judicial de cobrança e, com isso, o município deixará de pagar R$ 148.123,32 cobrados por uma empresa que, segundo os procuradores, não teria comprovado a prestação dos serviços contratados de pintura de tapumes e aquisição de materiais. A construtora, por sua vez, alega que cumpriu a sua parte, porém, que não recebeu a contraprestação. 
(foto)
Prêmiação
A jornalista Carla Fiamini foi agraciada ontem à tarde na Câmara Municipal de São Paulo com o Prêmio Promotores de Desenvolvimento, do Fórum São Paulo, na categoria Mulheres em Destaque/Comunicação. Carla é especializada em Assessoria de Imprensa para órgãos públicos e já ocupou diversos cargos importantes. Antes de ir trabalhar na campanha para governador e presidente da República, em São Paulo, Carla era secretária de Comunicação na Prefeitura de Suzano.
Mais um destaque
Além de Carla, mais uma jornalista da região se destacou no Prêmio Promotores de Desenvolvimento, do Fórum São Paulo, ontem. Foi Gisele Santos, diretora geral na Câmara de Itaquaquecetuba, que responde também pela área de Comunicação da Casa. Gisele é a primeira mulher que assumiu a direção do Legislativo itaquaquecetubense.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos