Opinião
Publicada em 15/04/2018 - 01h23min

Mauro Jordão

O strip tease do eu

O Facebook foi desnudando pouco a pouco os seus 50 milhões de usuários, retirando deles dados pessoais íntimos num jogo de perguntas e respostas que inundam os feeds dos perfis da rede social todos os dias. Foi a partir de 300.000 respostas obtidas em um quiz que as informações desses usuários foram captadas expondo seus hábitos diários na vida digital.
Um pesquisador da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, em conexão com o Facebook coletou esses dados e vendeu à empresa de inteligência Cambridge Analytica. Esta, utilizou ferramentas de análise de grandes conjuntos de dados (big data) para relacionar os dados pessoais dos usuários do Facebook com outras informações, o que permitiu traçar perfis detalhados das pessoas. A técnica foi usada para tentar manipular as eleições dos EUA em 2016, favorecendo Donald Trump.
A afirmação que diz que o conhecimento é poder, sem dúvida é verdade; porém, ele pode ser utilizado tanto para o bem como para o mal. Qual é o maior desejo do homem que não seja possuir os três atributos de Deus - onisciência, onipotência e onipresença? O grande desafio é desnudar toda intimidade mental do indivíduo, violando sua privacidade, abrindo brechas em seu muro de proteção contra o mal, tornando-o fragilizado ao discernir entre o certo e o errado, entre o sim e o não, consumir, apenas, por ter o prazer de possuir sem usar o freio da razão.
Hoje, nos Estados Unidos, há mais gente lendo livros digitais do que impressos. Dispositivos como o Kindle são capazes de coletar dados dos seus usuários enquanto lêem. Ele, também, pode monitorar quais partes do livro você lê depressa ou devagar, e se tiver um upgrade para reconhecimento facial e sensores biométricos, pode saber como cada frase influencia seu batimento cardíaco e sua pressão sanguínea. O que o faz rir, o que o deixa triste e o que lhe provoca raiva. Na verdade, você está sendo lido enquanto lê. Se você esquecer o que leu, o Kindle, do que gravou, jamais esquecerá. Só em Cristo há segurança.
Compartilhe

Video

Mais vistos