Polícia
Publicada em 05/03/2018 - 21h51min

Claudia Irente
Sorveteria

PM impede tentativa de latrocínio em Poá

Uma tentativa de roubo a uma sorveteria na avenida Nove de Julho, no centro de Poá, na noite de anteontem, quase resultou em morte. Era por volta de 22h30 quando um casal de comerciantes, que fechava o estabelecimento, foi abordado por dois homens, já anunciando o assalto.
De acordo com informações do soldado Thiago, do 32º Batalhão da Polícia Militar - que atendeu a ocorrência junto ao soldado Leonardo -, a PM soube que a mulher teria corrido atrás do assaltante, que efetuou disparos para o alto. O marido dela, ao ver o risco que ela corria, pegou o carro e foi na direção do homem, que começou a atirar para trás, acertando o veículo pelo menos sete vezes, momento em que foi atropelado pela vítima, fraturando a perna. "Por sorte, os tiros não acertaram ninguém, porque a essa hora e por ser região central, havia bastantes pessoas e até crianças na rua. Foram 13 disparos ao todo, porque depois que acertou o carro do comerciante e foi atropelado, ele levantou e efetuou mais disparos. O comerciante afirmou que um dos tiros passou bem ao lado da cabeça dele", descreveu o soldado Thiago. 
Como estavam próximos do local, na avenida Vital Brasil, os PMs também ouviram os estampidos e fizeram o cerco para pegarem o acusado, que atirava ainda em direção à vítima, enquanto esta dava a ré para tentar fugir. Mas o homem acabou sendo detido a tempo pelos policiais, o comparsa dele fugiu e a arma foi apreendida. O dinheiro dos comerciantes, cerca de R$ 1 mil, também foi recuperado.
A polícia informou que as vítimas não se feriram e o acusado, que não tinha passagens criminais, ficou internado no Pronto Socorro de Ferraz de Vasconcelos com fratura na perna.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos