Editorial
Publicada em 03/11/2017 - 20h34min

Esperança

O início de novembro nos lembra da proximidade do fim de mais um ano. O Natal já não parece mais tão distante, principalmente quando se olha as vitrines das lojas e as prateleiras dos supermercados, já ocupadas por artigos referentes à data, aguardada não apenas pelas crianças que ainda acreditam e esperam ansiosas a visita do Papai Noel, mas, principalmente, pelos comerciantes que esperam resultados melhores que nos últimos anos.
Entre tantas datas comemorativas, o Natal é apontado como a mais importante para o comércio. A expectativa é bastante positiva, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) espera um incremento de 4,3% nas vendas. E não é raro, com a proximidade da data, mesmo em tempos de crise, ver as ruas onde o comércio se concentra nas cidades da região lotadas. E, em breve, serão os supermercados repletos de pessoas em busca de artigos para as festas de fim de ano.
Quem também espera boas notícias com a proximidade da data, são aqueles em busca de uma oportunidade de emprego e que podem ter sua chance de entrar ou então voltar ao mercado de trabalho como temporário. Mesmo diante da crise, ainda há empresas que ampliam o quadro de funcionários na expectativa de um Natal promissor. O levantamento da CNC estima também a contratação de mais de 70 mil temporários.
Assim vamos entrando no clima natalino, tentando manter o otimismo, acreditando em tempos melhores, de resultados positivos para empresários e trabalhadores, que formem um círculo virtuoso para a sociedade e a economia das cidades. Mas é difícil deixar de lado a realidade que nos rodeia, marcada pela crise política e econômica, os desdobramentos sem fim da operação Lava Jato, as artimanhas de quem não larga o poder, a violência que nos deixa atônitos a cada nova notícia, como o caso do menino de três anos atingido por uma bala perdida dentro de casa no Rio de Janeiro.
É cada vez mais complicado manter a esperança, mas que ela permaneça viva. É preciso continuar na expectativa de resultados positivos para o fim do ano e para 2018.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos