Artigos
Publicada em 07/11/2017 - 23h09min

Raul Rodrigues

Uma boa sociedade

O desafio ao qual se faz face hoje, não é só aquele do socialismo, no sentido tradicional, justiça social e igualitarismo, é aquele de uma nova ideologia: a sociedade sem riscos! A boa sociedade é tida cada vez mais como uma sociedade estável, previsível, transparente. O medo real, a reboque do progresso tecnológico, implica uma demanda crescente de segurança e proteção. E sob esse quadro, o mercado é intolerável já que funciona segundo a dinâmica da inovação, com seus riscos e incertezas. Paradoxo do nosso tempo: o uso do termo responsável está onipresente no discurso social e político enquanto que, ao mesmo tempo, o indivíduo se vê cada vez mais divorciado da razão de seu destino.
Agora, convém iniciar pelos termos: O que é ser responsável? Etimologicamente é responder pelos próprios atos e seus desdobramentos. A responsabilidade consiste portanto no poder de se arvorar de autor de seus próprios atos, e arcar com as consequências de uma série fatal de efeitos. Uma vez que a esses efeitos, a nós imputáveis, deve-se dar conta, perante o tribunal dos homens ou da própria consciência. Com isso deve-se assumir: o elogio ou a condenação; a honra ou a desonra; a glória ou a vergonha!
Por definição, a toda ação, a toda escolha feita fica-se exposto ao risco da avaliação ou do erro. É por isso que a responsabilidade se faz acompanhar igualmente de sanções morais ou jurídicas que cabe a cada um antecipar antes de qualquer ação. Em outras palavras, responsabilidade e liberdade são indissociáveis, dentro da capacidade de agir por si mesmo, de modo autônomo. Não se pode censurar aquele que age livremente, isto é aquele que poderia agir de outra forma como agiu. Reconhecer uma falta moral, uma culpabilidade é reconhecer que se poderia agir de outro modo. Sob esse ponto de vista uma responsabilidade verdadeira não existe sem uma disciplina moral pessoal que passe pelo exercício de virtudes tais como: prudência ou previdência, coragem ou esforço. Ser responsável, é se investir de lucidez e vigilância, a toda prova!
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos