Editorial
Publicada em 16/10/2017 - 23h08min

Respiro

A crise política parece longe de ter fim, principalmente, a partir de hoje, quando a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara discute mais uma denúncia do Ministério Público contra o presidente Michel Temer e os ministros Moreira Franco (Secretaria Geral da Presidência) e Eliseu Padilha (Casa Civil), todos do PMDB. Eles são acusados de obstrução da Justiça e organização criminosa. A equipe de Temer terá que investir no "corpo a corpo" junto aos deputados para conseguir que a denúncia seja rejeitada.
Sem falar da situação do senador Aécio Neves (PSDB), que pode ter seu afastamento derrubado ou não também nesta terça-feira. Agora é aguardar os próximos capítulos, que sempre trazem reviravoltas que superam a criatividade de qualquer autor de novela.
Por outro lado, a economia dá sinais positivos, embora ainda tímidos. Números divulgados pela Serasa Experian apontam que as vendas do comércio neste Dia das Crianças registraram o melhor desempenho dos últimos três anos. Entre os dias 5 e 11 de outubro, o crescimento foi de 2,9% em relação mesmo período do ano passado. Diante do bom resultado, a expectativa é otimista para o Natal que se aproxima, considerada a melhor data para o setor. Mesmo em tempos difíceis, aí vem o 13º salário e a oportunidade de quitar dívidas, mas também comprar lembrancinhas para pessoas especiais.
Outro destaque positivo, especialmente nas cidades da região, são os investimentos do setor supermercadista. O Assaí se prepara para abrir mais uma unidade no distrito de Brás Cubas, em Mogi das Cruzes, onde antes funcionava o Extra Hipermercado, pertencente ao mesmo grupo, e o Shibata em breve estende suas operações para Suzano.
A região assim respira e contribui para a geração de empregos. Entre milhões de desempregados pelo país, alguns trabalhadores puderam comemorar a conquista de um novo emprego nestes estabelecimentos após um processo seletivo com milhares de candidatos. Os desafios ainda são muitos, mas este cenário mostra que este caminho tortuoso pelo qual passa o país pode ser transformado, pelo menos quando se fala de economia.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos