Brasil e mundo
Publicada em 18/05/2017 - 22h25min

Luto no rock

Chris Cornell morre aos 52 anos após show em Detroit

Foto: Divulgação

Músico cometeu suicídio
Chris Cornell, vocalista do Soundgarden e do Audioslave, morreu anteontem aos 52 anos, em Detroit, nos Estados Unidos. Médicos legistas confirmaram a causa da morte como suicídio por enforcamento. O assessor do cantor, Brian Bumbery, resumiu que a morte de Cornell foi "súbita e inesperada". Segundo a imprensa americana, a mulher de Cornell teria ligado para um amigo da família para ver como o cantor estava. Ele arrombou a porta do quarto do hotel e encontrou o corpo de Chris no banheiro, onde se enforcou.
Ele havia se apresentado com o Soundgarden na mesma noite no Fox Theatre, em Detroit. Fãs publicaram vídeos e relatos nas redes sociais elogiando a performance. Ontem, Cornell participaria do festival Rock the Range, em Columbus, também nos EUA.
Cornell deixa a esposa, Vicky Karayiannis, e três filhos de 16, 12 e 11 anos. No último domingo , dia das mães, ele publicou em seu Twitter uma declaração à esposa. Ela disse a pessoas próximas que o marido não apresentava sinais de depressão.
Christopher John Boyle nasceu em Seattle, nos EUA, em 20 de julho de 1964. Ele foi um dos principais nomes do movimento grunge, formando o Soundgarden ao lado do guitarrista Kim Thyail e do baixista Hiro Yamamoto. Depois, Cornell formou o supergrupo Audioslave, com membros do Rage Against the Machine (Tom Morello, Tim Commerford e Brad Wilk). Em 2007, se concentrou em carreira solo que foi do pop rock ao acústico antes da volta do Soundgarden, em 2010.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos