POP TV
Publicada em 15/04/2017 - 20h15min

TV Press
Estreia

Um amor nos anos de chumbo

Foto: Divulgação/Globo

Realista e densa, "Os Dias Eram Assim", nova supersérie, conta o amor improvável entre Renato e Alice, de Renato Góes e Sophie Charlotte
A violência e a repressão dos anos de ditadura militar ainda reverberam na sociedade brasileira atual. Foi a partir disso que nasceu a ideia central de "Os Dias Eram Assim", nova produção das 23 horas, que estreia amanhã. Alessandra Poggi assina a trama com Angela Chaves.
Em tempos de um silêncio forçado, a polaridade criada entre apoiadores e opositores ao regime era a responsável pela calma aparente e a constante sensação de perseguição e conspiração. Ambientada entre o final dos anos 1970 e meados dos anos 1980, a supersérie de 80 capítulos usa o clima nada amigável do período como pano de fundo para uma história de amor improvável entre Alice e Renato, de Sophie Charlotte e Renato Góes. "As famílias do casal estão em lados opostos. Esse amor é sabotado justamente quando os militares partem para uma linha mais dura de repressão. Mas Alice e Renato voltam a se encontrar quase 15 anos depois", explica Angela.
Pensada inicialmente para o horário das seis, "Os Dias Eram Assim" sofreu algumas reformulações para ser exibida às onze. Com o texto em mãos, o diretor de dramaturgia diária da Globo, Silvio de Abreu, percebeu que as cenas mais fortes dos anos de chumbo teriam de passar por adaptações e amenizações para irem ao ar mais cedo. O novo horário diminuiu o número de capítulos e, em contrapartida, intensificou o tom realístico da história e o prestígio do projeto, que marca o primeiro trabalho do experiente Carlos Araújo como diretor principal. 
Na trama, Renato e Alice vivem uma forte paixão sem a aprovação das famílias. A mãe do médico, Vera, de Cássia Kis, não quer ver o filho envolvido com os negócios escusos do clã Pereira, comandado pelo pai de Alice, Arnaldo, de Antonio Calloni. Ao mesmo tempo, Arnaldo acha um absurdo a filha se envolver com uma família sem tradição e com fama de subversiva. Um plano idealizado por Vitor, de Daniel de Oliveira, braço-direito de Arnaldo e ex-namorado de Alice, consegue afastar os dois. Acusado injustamente por um crime, Renato acaba fugindo e passa a viver como exilado político no Chile. No Brasil, seu irmão, Gustavo, de Gabriel Leone, é preso. ("Os Dias Eram Assim", Globo. Segunda, terça, quinta e sexta-feira, às 23 horas)
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos