Polícia
Publicada em 17/04/2017 - 21h38min

Fábio Miranda
Moto náutica

Polícia de Guarulhos encontra carga roubada em Suzano

Foto: Hélio Torchi

Motos aquáticas são da marca Yamaha e foram recuperadas por policiais de Guarulhos em um sítio de Suzano
A Polícia Civil de Guarulhos recuperou na manhã de ontem, no bairro Fazenda Aya, em Suzano, um caminhão com 12 motos náuticas que haviam sido roubadas anteontem à tarde de uma distribuidora próximo ao aeroporto de Cumbica. Os veículos são avaliados em mais de R$ 1 milhão e seriam enviados para uma concessionária na zona sul de São Paulo. Duas pessoas foram presas.
Informações passadas à reportagem pela polícia apontam que os equipamentos estavam dentro de um sítio. No local ainda haviam dois carros roubados, que também foram apreendidos e levados, junto com as motos náutica.
O assalto ocorreu em Cumbica quando 15 homens invadiram a transportadora e ameaçaram os funcionários que estavam no local. O grupo rendeu os empregados e deixou o local com a mercadoria roubada depois de quatro horas de ter invadido o espaço. Ainda segundo a Polícia Civil de Guarulhos, os criminosos fazem parte de uma quadrilha especializadas nesse tipo de roubo. O material, depois de periciado, deve ser enviado para a a revendedora em São Paulo, transportado na mesma carreta onde foi localizado.
Com dois suspeitos presos, a investigação trabalha agora para descobrir quem são os demais participantes da quadrilha e como os roubos são organizados, que podem ser feitos por encomenda de um possível negociador. Ainda não há a confirmação se os dois homens presos fazem parte da quadrilha ou se foram detidos por receptação e nem se a carreta utilizada para entregar as motos também foi roubada na ação. As vítimas deverão realizar o reconhecimento da dupla para que a policia possa determinar se eles participaram do roubo.
Embora a carga tenha sido recuperada em Suzano, é a Polícia Civil de Guarulhos, comandada pela Delegacia Seccional do município, que está investigando o assalto e a quadrilha especializada. A reportagem entrou em contato com a Seccional de Mogi das Cruzes, que informou não haver investigação para esse tipo de crime no Alto Tietê.
A Seccional de Guarulhos também deverá investigar a procedência dos dois carros localizados dentro do sítio na Fazenda Aya. Nenhum armamento foi descoberto no local.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos